Empregos no metaverso: confira 8 funções que surgirão nos próximos anos

No último ano a temática do Metaverso foi amplamente discutida. O assunto deve seguir criando debates e especulações em 2022 e um deles são os empregos e funções gerados pela tecnologia nos próximos anos.

O metaverso irá permitir a interação em um mundo alternativo em que aplicaremos nossa rotina em a realidade virtual de maneira digital. Ainda em 2021, Mark Zuckerberg anunciou o investimento na tecnologia e com isso mudança de nome da sua empresa de Facebook para Meta.

Empregos no metaverso

Com o mundo novo da realidade virtual em que será possível a recriação do ambiente profissional no digital, novos empregos e funções devem surgir para o funcionamento da tecnologia. 

Por isso, a adaptação das empresas e  profissionais serão necessárias. Confira as profissões que devem surgir até 2030:

  • Contador de história do metaverso

O profissional será responsável por desenvolver narrativas envolventes e contar histórias sobre produtos, pessoas e empresas dentro do metaverso.

  • Cientista de pesquisa do metaverso

Este será responsável por construir o que se assemelha à teoria de tudo, onde o mundo inteiro seja visível e possa ser acionado de maneira digital. A tecnologia será a base para jogos, anúncios, controle de qualidade em fábricas, saúde conectada e mais.

  • Construtor de hardware do metaverso

O metaverso contará com código, sensores, câmeras e fones de ouvido, o construtor irá desenvolver tais dispositivos.

  • Construtor de mundos

A função combinará habilidades de designer de videogame e outras diferentes de regras dentro do processo.  

  • Desenvolvedor de ecossistema

O profissional será responsável por coordenar parceiros e governos para assegurar que as funcionalidades criadas são possíveis em grande escala. O desenvolvedor buscará investimentos governamentais em infraestrutura e incentivará todos os participantes. 

  • Desenvolvedores de avatares

Dentro do metaverso, cada usuário criará sua própria identidade virtual. Seus avatares irão permitir a socialização nos mais diferentes ambientes dentro da realidade virtual. Os desenvolvedores de avatares serão profissionais que ajudarão na personalização de avatares para indivíduos e empresas. 

  • Planejador do metaverso

O profissional identificará oportunidades de mercado, construirá casos de negócios, influenciará roteiros de engenharia, entre outras funções. O planejador será responsável por conduzir a prova de conceito até o piloto e a implantação do metaverso.

  • Gerente de segurança do metaverso

O profissional irá prever como as funcionalidades dos dispositivos podem ameaçar a segurança do metaverso. 

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.