Vai viajar para o exterior? Confira o novo limite de moeda estrangeira que você pode levar

Na última quinta, 30, o presidente Jair Bolsonaro sancionou o novo marco legal para o câmbio, um projeto de lei que muda, entre outras coisas, o limite de moeda estrangeira em espécie que os viajantes podem entrar ou sair do país, de acordo com a Agência Senado.

A partir das mudanças do novo marco legal, o limite de dinheiro “em espécie” que os passageiros poderão levar para fora do Brasil ou entrar no país com ele sobe dos atuais R$10 mil para US$10 mil. Se, por exemplo, o viajante estiver viajando com euros, o limite será o equivalente a US$ 10 mil na moeda europeia.

A transação de pequenos valores em moeda estrangeira entre pessoas físicas também estão liberadas, porém, o limite foi reduzido de US$1 mil para US$500.

Sendo assim, não é mais proibido comprar e vender moeda estrangeira diretamente de uma pessoa e não de uma agência bancária ou de câmbio, com a condição de respeitar o limite autorizado. A exigência de identificação e de cobrança de taxas também não será preciso caso a troca seja de forma não profissional.

O objetivo é trazer modernidade no câmbio do país e estimular o desenvolvimento de plataformas entre usuários (peer-to-peer) para negociação de moeda estrangeira, da mesma forma que acontece em outros países.

Você sabe a diferença do dólar turismo e comercial?

O preço da moeda é sempre mais alto para os turistas do que o valor divulgado no câmbio comercial.

O dólar comercial é usado para movimentações financeiras do governo no exterior e para empréstimos de brasileiros que moram fora do Brasil. Ele também é base para grandes empresas realizarem importações e exportações de mercadorias.

Já o dólar turismo vale para os consumidores que compram o dinheiro em casa de câmbio para viajar, por exemplo. Quando compramos algo em sites estrangeiros por exemplo, é o valor turismo que é considerado.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.