Alargamento da praia em Balneário Camboriú gera valorização de imóveis da região

O alargamento da praia em Balneário Camboriú gerou a valorização dos imóveis da região. A faixa de areia da praia localizada em Santa Catarina passou de 25 metros para 70 metros. 

publicidade

Após a conclusão das obras, prefeitura e empresários da região já notam os efeitos econômicos com a valorização dos imóveis localizados na praia. O aumento dos preços foi de até 20%, a informação é da prefeitura e de entidades como o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Balneário Camboriú e a Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú. 

Segundo o índice FipeZap, que monitora o mercado imobiliário, até novembro deste ano o preço de venda de imóveis residenciais no município aumentou cerca de 17,75%. Ainda de acordo com o índice, Balneário Camboriú foi a quarta cidade em que os imóveis mais valorizaram. 

O valor médio do metro quadrado de imóveis residenciais em Balneário Camboriú custa em média R$ 9.091, sendo este o terceiro maior valor do país, ficando atrás de São Paulo com R$ 9.673 e no Rio de Janeiro R$ 9.631.

publicidade

A cidade tem cerca de 150 mil habitantes, até 2019 a média dos salários dos moradores era de 2,5 salários, segundo o IBGE. “Nossa cidade é pequena. Existe isso de sermos a Dubai brasileira, mas a realidade é que temos salários baixos e poucas oportunidades para jovens”, disse Eduardo Zanatta, vereador do PDT, que não vê só benefícios no alargamento da praia do Balneário.

Para Zanatta, o alargamento da faixa de areia no geral é positivo para Balneário Camboriú, mas o impacto na valorização dos imóveis não é benéfico para toda a população. “A valorização é boa para os donos de construtoras e para os donos dos imóveis em frente à praia”, afirmou. “Para os 90% restantes, só cresce a pressão da especulação imobiliária”.

Balneário do Camboriú volta a atrair turistas

Outra mudança percebida foi a retomada da procura de turistas pela área. A taxa de ocupação dos hotéis da região retomou os níveis pré pandemia, do ano de 2019. “Os impactos já são visíveis na valorização dos imóveis e na procura por Balneário Camboriú como destino turístico”, disse o prefeito Fabrício Oliveira (Podemos).

A prefeitura da cidade informou que obras de reforma do calçadão da orla da praia central devem iniciar após o fim da temporada de verão.

Héderson Cassimiro, presidente da Acibalc, entende o alargamento da faixa de areia como o motivo de uma era de crescimento econômico para a cidade. “O setor da construção aquecido gera emprego, gera arrecadação para o município”, afirmou Cassimiro, ressaltando que isso se reverte em benefícios para a população . “Somos uma cidade dependente do turismo. O interesse de compradores pelos imóveis demonstra o interesse deles em vir a nossa cidade”.

A obra do alargamento da faixa repercutiu no Brasil e no mundo, com a divulgação, a ocupação média dos hotéis de setembro a novembro chegou a 66%, o maior percentual registrado na pandemia.

publicidade

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.