Sabotagem Financeira: Saiba como podemos ser ‘vilões’ em relação ao nosso dinheiro

Você sabe o que é sabotagem financeira? Está cansado de viver apenas para pagar boletos e não conseguir realizar seus sonhos? Vive tentando guardar dinheiro, mas sempre acontece alguma coisa e quando você vê está devendo? Aprenda a reconhecer quais são os seus sabotadores financeiros e entenda como impedir que suas metas sejam sabotadas. 

Conheça como os sabotadores atuam na sua relação com o dinheiro [Imagem: Canva]
A maior parte das promessas de ano novo nunca saem do papel e poucos meses depois acabam sendo esquecidas. A nossa mente pode ser a nossa maior amiga e aliada para fazer nossos planos serem bem sucedidos, mas ela também pode ser a nossa pior inimiga, principalmente por causa dos sabotadores. 

Os sabotadores são os nossos inimigos internos, pensamentos automáticos que se disfarçam de melhores amigos. Esses pensamentos nos acompanham desde a infância e se confundem com a voz da razão. 

Os sabotadores podem atuar em várias áreas da nossa vida. Na área financeira, eles podem impedir de poupar e investir, podem conduzir a gastos desnecessários, podem te forçar a trabalhar mais do que o necessário mesmo não tendo retorno compensatório. 

Eles também podem te fazer acreditar que você não é capaz de quitar suas dívidas ou de começar a investir. Podem te fazer ganhar e perder dinheiro em ciclos repetidos ou impedem de começar e fazer crescer o próprio negócio. Eles podem te influenciar a abrir mão das próprias conquistas financeiras. 

Segundo Shirzad Chamine, autor do livro Inteligência Positiva, é possível identificar e enfraquecer os sabotadores e fortalecer os “músculos” da mente de forma a ganhar acesso à nossa sabedoria mais profunda e destravar os poderes da nossa mente. 

Os Sabotadores surgem como estratégias de sobrevivência, tanto de acordo com a perspectiva física como emocional. O problema é que uma vez estabelecidos eles não nos deixam voluntariamente e ficam entrincheirados em nossas vidas. 

Conheça os tipos de sabotagem financeira

O Sabotador Master é o Crítico: uma predisposição para exagerar na negatividade e assumir que o pior é a melhor estratégia de sobrevivência. Ele está presente em todas as pessoas e é apoiado por um ou alguns dos nove outros Sabotadores. São eles: 

Prestativo 

Como o prestativo tem necessidade de ser aceito, ele tenta agradar demais os outros e acaba deixando as próprias necessidades de lado. Ele busca ajudar e agradar o outro para se sentir amado. 

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Assume compromissos financeiros que não consegue arcar para agradar a terceiros, como parcelamentos e financiamentos. 
  • Abre mão de investir em seus projetos de vida para ajudar os familiares. 
  • Nunca realiza o que deseja por que quando tem recursos financeiros, empresta, doa ou presenteia alguém com aquele dinheiro. 
  • Pode se endividar para emprestar o nome para outra pessoa fazer crédito. 
  • Gasta além do que pode, apenas para agradar alguém.
  • Pais e mães com esse sabotador gastam fortunas em brinquedos para agradar o filho, gastam e se endividam para fazer festas e agradar convidados. 
  • Não consegue deixar o dinheiro investido, pois se sente mal sempre prioriza o outro e acaba perdendo dinheiro. 
  • Pode causar dependência financeira das pessoas próximas, impedindo que elas encontrem o próprio caminho para terem seu próprio dinheiro. 

Vítima

O sabotador vítima tem necessidade de atenção e compaixão e tende a culpar os outros e as circunstâncias pelos problemas que lhe acontecem. Costuma ser dramático e temperamental e diante de dificuldades, sempre quer desistir.

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Procura situações que reforcem sua condição de vítima. 
  • Usa o argumento de falta de dinheiro como arma para que os outros tenham pena dela. 
  • Fica achando que só no seu caso é diferente, que tudo dá errado só para você e por isso não vale a pena tentar mudar nada na vida financeira.
  • Diz que não tem dinheiro, mesmo quando tem, criando uma realidade de escassez. 

Hipervigilante

Está sempre focando no que pode dar errado e desconfia do que os outros estão fazendo. Precisa saber de todas as regras, mesmo que nem sempre as siga. 

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Demora em aproveitar as oportunidades, por que acredita que não pode ser tão bom assim, perdendo as melhores oportunidades e avançando apenas nos pequenos investimentos. 
  • Não se submete a riscos financeiros, mas também não tem um grande retorno, tendendo a manter-se sempre no mesmo padrão. 
  • Está sempre focado no que pode dar errado e nos negócios,  procrastina para não correr o risco de tomar decisões erradas.
  • Tende a acumullar objetos, situações, por pensar que a qualquer hora pode perder tudo. 
  • Se envolve em situações problemáticas para provar a si mesmo que administrar o dinheiro é extremamente perigoso.

Controlador

Tem a forte necessidade de controlar e assumir responsabilidades e é movido a desafios. Sente-se muito ansioso quando não está no controle de todas as situações.

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Assume a responsabilidade por todas as finanças da família. 
  • Gosta de ter mais recursos financeiros por que isso o mantém no controle. 
  • Usa o poder financeiro como arma de manipulação das pessoas, sem perceber. 
  • Enfrenta níveis de ansiedade extrema quando não consegue pagar uma conta, quitar um compromisso ou ter o retorno esperado de uma negociação. 
  • Tende a fazer o trabalho de muitas pessoas, acreditando que só ele consegue os resultados financeiros.

Insistente

Perfeccionista, metódico e teimoso, é altamente crítico de si mesmo e dos outros. Sente-se constantemente frustrado consigo e com os outros.

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Altamente resistente a mudança, não te deixa arriscar para ir para um novo nível financeiro. 
  • Nunca se sente capaz de fazer um investimento, porque precisa dominar todas as formas e números, acaba continuando em investimentos pouco rentáveis. 
  • Sente-se sempre frustrado e não merecedor de ser promovido, de receber um aumento e de tornar-se uma referência na sua área de atuação.

Hiper-realizador

Muito concentrado em sucesso externo e dependente de desempenho e realização para auto validação.

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Trabalha demais e assume muitos compromissos financeiros para justificar a necessidade de trabalhar cada vez mais, não se permitindo folgas financeiras. 
  • Gasta muito dinheiro em bens materiais e status, porque acredita que a pessoa é medida a partir da capacidade de gerar resultado que é demonstrado através do padrão de vida que ela tem. 
  • Não consegue comemorar suas conquistas financeiras, uma conquista logo é deixada de lado para colocar-se em prova novamente, exerce pouco a gratidão pelo que tem. 
  • Mede as outras pessoas pela capacidade de gerar renda e obter coisas. 
  • Mesmo que esteja com um problema financeiro, não conta e não pede ajuda, porque teme ser visto como incompetente. 
  • Geralmente não faz reserva financeira, porque acredita na força do próprio braço e na capacidade de se sair bem das situações. 
  • Pode se endividar facilmente para demonstrar uma posição de sucesso. 

Hiper-racional

Altamente analítico, foca em encontrar justificativa racional para tudo, não se permitindo viver emoções e sentimentos mais profundos.

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Dificuldade nos relacionamentos na administração do dinheiro, pois não aceita compras de coisas que não sejam racionalmente justificáveis. 
  • Dificuldade em presentear as pessoas em datas especiais, dificuldade em aceitar pagas mais caro por experiências que gerem benefícios emocionais.
  • Tem muita dificuldade em fazer parcerias de negócio e relacionamentos, pois não aceita a forma das outras pessoas agirem movido a emoções. 
  • É visto como intelectualmente arrogante, não sendo uma escolha para grandes oportunidades de negócios. 

Inquieto

Está constantemente buscando excitação e novas experiências, por isso, dificilmente está satisfeito com o que está fazendo. Tende a ser impaciente e inconstante. 

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Dificuldade em permanecer no mesmo emprego ou negócio, pois sempre acha que existe outra opção melhor. 
  • Dificuldade em manter o foco em um projeto e fazer esse projeto gerar valor real, pois abandona o que está fazendo antes de chegar o resultado ou quando tem os primeiros resultados. 
  • Não tem foco em segurança e por isso não se preocupa com o futuro, com a aposentadoria ou independência financeira, ele precisa viver vários momentos agora. 
  • Gasta muito dinheiro com novas experiências e não mantém suas conquistas, abre mão para ter uma possível conquista maior lá na frente. 

Esquivo

Foge de conflitos e tarefas desagradáveis. Aceita situações que não quer para não ter que se indispor com alguém, mas acaba não cumprindo com o que se comprometeu e se torna um procrastinador. 

Como ele sabota sua vida financeira:

  • Dificuldade em resolver as situações difíceis como dívidas, gerando uma bola de neve de problemas financeiros acumulados.
  • Não cumpre o que promete, desde compromissos profissionais a contas na data certa.
  • Foge de conflitos familiares, evitando conversar de dinheiro em família. Esconde sua real situação financeira, tanto quando tem dinheiro, como quando está passando por dificuldades. 
  • É extremamente flexível, o que gera instabilidade emocional e financeira, não tem a confiança das pessoas próximas, pois elas não sabem o quanto está sendo omitido. 
  • Mente sobe dinheiro para evitar o confronto, seja com o parceiro de relacionamento ou com sócios ou chefes. 

 

Como vencer a sabotagem financeira?

Todos estamos debaixo da atuação dos sabotadores. O importante não é você concentrar seus esforços para saber se há sabotadores atuando em você, por que sim, de fato, há.

Mas você deve se empenhar para reconhecer quais são os sabotadores que mais estão atuando e afetando a sua saúde financeira. 

Além da descrição de cada um dos sabotadores acima, é possível fazer um teste para avaliar e identificar os seus sabotadores. Esse teste fornece um relatório bem completo, com descrições e mapeando quais são os sabotadores mais fortes em você. 

Identificar os sabotadores é muito importante para aprender a diminuir a influência deles na sua vida e nos seus comportamentos.

Busque atentar em quais momentos o sabotador aparece e escreva no seu diário ou no seu bloco de notas.

E então, busque fortalecer o seu sábio, entendendo que todas as circunstâncias são uma dádiva e oportunidade de crescimento. Olhe para sua vida financeira e veja quantas oportunidades existem e você está deixando de aproveitar. 

Aprender a identificar os sabotadores e diminuir a influência deles sobre a vida profissional e financeira, é capaz de mudar completamente os seus resultados financeiros. 

Aprender a usar o sábio no lugar de fortalecer o crítico, traz além de paz e felicidade, a resposta para um mundo ansioso, preocupado extremamente em ter mais dinheiro e pouco em ser uma pessoa verdadeiramente próspera.

Cada nova descoberta abre um campo de oportunidades na vida pessoal, profissional e o resultado disso é a abundância financeira.

Não podemos controlar e nem escolher muito do que acontece no trabalho e na vida. Mas podemos determinar o impacto que esses eventos têm em nós ao escolher como reagir”, Shirzad Chamine, autor do livro inteligência positiva. 

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Karem Ochsendorf
Formada em Engenharia Elétrica com ênfase em Telecomunicações, e graduanda em Filosofia. Atualmente, pesquisa e trabalha como Educadora Financeira com mais de 10 anos de experiência no mercado. No FDR, possui sua própria coluna com dicas e orientações sobre como lidar com as finanças de maneira positiva.