Carteira de Trabalho Digital: Lista de direitos trabalhistas que ficam online

Pontos-chave
  • O aplicativo Carteira de Trabalho Digital foi criado em 2017 e está disponível para aparelhos com o sistema Android e iOS;
  • Além do contrato de trabalho, outras informações como férias e salário, são feitas na Carteira de Trabalho Digital;
  • Os trabalhadores contratados por órgãos públicos e organismos internacionais precisam usar a Carteira impressa;

Com a Carteira de Trabalho Digital os trabalhadores podem conferir as informações profissionais, de contratos de trabalho e solicitar o Seguro desemprego. Essa ferramenta já substitui o documento impresso desde 2019.

O aplicativo Carteira de Trabalho Digital foi criado em 2017 e está disponível para aparelhos com o sistema Android e iOS. Com essa ferramenta os novos contratos de trabalho não precisam mais serem assinados no documento impresso.

Sendo assim, basta o empregador informar o número do CPF e preenche as informações no eSocial. Além do contrato de trabalho, outras informações como férias e salário, são feitas na Carteira de Trabalho Digital.

O documento impresso é usado para comprovar o tempo de trabalho antes de 2017. Dessa maneira, o número continua o mesmo, porém, a versão digital não pode ser usada como identificação civil.

Os trabalhadores contratados por órgãos públicos e organismos internacionais precisam usar a Carteira impressa.

500 milhões de acessos na Carteira de Trabalho Digital

A plataforma Carteira de Trabalho Digital atingiu de 500 milhões de acessos no mês de novembro, desde a sua criação. Segundo os dados do Governo Federal, 272 milhões de acessos foram realizados em 2020.

Desde a sua criação, dos 12,7 milhões de requerimentos, 59% foram feitos pelos meios eletrônicos (app ou site), ou seja, 7,5 milhões foram feitos digitalmente. Até novembro, 41,6 milhões de trabalhadores já haviam baixado o aplicativo.

Serviços da Carteira de Trabalho Digital

  • Contribuições do FGTS;
  • Histórico trabalhista;
  • Valores do abono salarial PIS;
  • Solicitar o Seguro desemprego;
  • Consultar valores e prazos de pagamentos do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm).

Acessar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital

  • Baixe o aplicativo Carteira de Trabalho Digital;
  • Clique em “entrar”;
  • Informe o número do seu CPF e a senha de acesso ao Gov.br;
  • Autorize o uso de dados pessoais.

Caso não tenha cadastro no portal GOV.BR, será necessário criar a sua conta. Para isso, o app solicitará o número do CPF, nome completo, telefone e e-mail. Em seguida, você terá que clicar na proteção contra spam (Não sou um robô).

Por fim, você será preciso ler e aceitar os termos de usos e política de privacidade. A plataforma irá solicitar a confirmação dos dados da Carteira de Trabalho e da Previdência Social. Dessa maneira, basta:

  • Selecionar a função “continuar”;
  • Preencher o formulário apresentado na tela do seu aparelho;
  • Informar a data de nascimento, nome, e-mail, celular e o nome do país;
  • Validar o registo respondendo cinco perguntas.

Essas perguntas têm como objetivo confirmar a identidade do titular da Carteira de Trabalho. Após esse procedimento é preciso esperar a validação das informações apresentadas. Depois, como meio de segurança, será necessário fazer uma leitura do QR Code para comprovar a autenticidade dos dados.

  • Ler e concordar com a política de privacidade do aplicativo;
  • Acessar o manual de utilização.

Pronto, o acesso ao Gov.br estará disponível e será possível usar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital. Ao entrar no app, na tela principal, serão apresentadas as três últimas movimentações de seu último vínculo e os dados pessoais.

Acessar o site Carteira de Trabalho Digital

  • Acesse o portal do Ministério da Economia;
  • Clique em “Já tenho cadastro” (caso não possua, basta clicar em “Quero me cadastrar” e seguir as orientações)
  • Preencha o espaço apresentando com o número do CPF e a senha de acesso (a senha é a do Gov.br, Sine Fácil ou Meu INSS);
  • Em seguida, clique em Carteira de Trabalho Digital.

Solicitar o Seguro desemprego pela Carteira de Trabalho Digital

  • Clique em “Benefícios” no menu inferior;
  • Na opção “Seguro desemprego” clique em “Solicitar”;
  • Na tela seguinte será solicitado o número de requerimento;
  • Confira os dados pessoais e, se estiverem todos corretos, clique em “Avançar”;
  • Na parte sobre “Vínculos”, confira os dados da empresa na qual você trabalhou e, outra vez, toque em “Avançar”;
  • Leia atentamente o “Termo de Aceite”;
  • No final da tela, marque a caixa “Concordo com as regras para solicitação/recebimento do benefício” e confirme;
  • Será apresentado a mensagem “Solicitação do Benefício Realizada com Sucesso” e os dados do benefício (quantidade e o valor das parcelas e as datas de pagamento).

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.