Biotecnologia é a nova tendência? Confira uma nova forma de investir neste setor

Durante a pandemia de covid-19, a biotecnologia vem ganhando destaque. Este setor passa a ter um ETF, na B3, com exposição a 190 empresas. Nesta quinta-feira (16), o Investo ETF Biotechnology (BTEK11) começa a ser negociado na Bolsa brasileira, segundo o Valor Investe.

Biotecnologia é a nova tendência? Confira uma nova forma de investir neste setor
Biotecnologia é a nova tendência? Confira uma nova forma de investir neste setor (Imagem: Montagem/FDR)

O Investo ETF Biotechnology é um novo fundo de índice da Investo, que replica o S&P Biotechnology Select Industry.

De acordo com a gestora, o ETF que replica o índice dos Estados Unidos, o SPDR S&P Biotech ETF (XBI), foi lançado na Bolsa de Nova York (NYSE) — em 2016, pela gestora State Street — investindo em 190 companhias do setor de biotecnologia norte-americano, que estão listadas na NYSE e Nasdaq.

Entre as empresas presentes, estão a Moderna, Dynavax, Regeneron e Ultragenyx — seguindo a abordagem “Equal Weighted”.

Em nota, a Investo explica que, a cada três meses, nas datas de rebalanceamento, pelo ‘Equal Weighted’, o índice confere pesos iguais a cada companhia participante.

Desse modo, a Investo alega que o investidor poderá ter “valorização exponencial que grandes, médias ou mesmo pequenas empresas do setor possam ter”.

O potencial do setor de biotecnologia

Conforme a gestora, em especial, o setor de biotecnologia é um nicho de saúde que tem companhias potenciais de grande valorização no curto prazo.

Isso porque “ao descobrir uma nova vacina, remédio ou tratamento, essas empresas se valorizam de centavos a milhares de dólares por ação da noite para o dia”.

A Investo alega que — ao invés de buscar escolher quais são as companhias com mais chances de conseguir sucesso — o investidor consegue acessar o setor, e os resultados, pelo ETF.

Com isso, “o investidor participará dessa valorização como um todo”, independentemente das companhias que registrem valorização exponencial instantaneamente.

Este novo ETF possui taxa de administração de 0,48% ao ano. O fundo ainda tem incidência de Imposto de Renda de 15% sobre os ganhos.

O ETF BTEK11 pode ser adquirido diretamente por meio de uma corretora (mercado secundário) ou Agente Autorizado (mercado primário). O público-alvo, segundo a Investo, são os investidores, em geral — incluindo investidores institucionais e pessoas físicas.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.