Inscrições abertas para o auxílio emergencial da cultura e turismo no Paraná

Governo do Paraná abre inscrições para um novo benefício. Nessa semana, o gestor estadual, Carlos Massa Ratinho, assinou o decreto de lei que regulamenta o auxílio emergencial PR para os profissionais da cultura e do turismo. O programa contou com um investimento total de R$ 12 milhões e será concedido após a conclusão das candidaturas.

Inscrições abertas para o auxílio emergencial da cultura e turismo no Paraná (IMAGEM: FDR)
Inscrições abertas para o auxílio emergencial da cultura e turismo no Paraná (IMAGEM: FDR)

O Brasil dá indícios de recuperação de suas atividades voltadas ao entretenimento, mas ainda há milhares profissionais da cultura e do turismo que estão com seus empregos afetados.

Diante desse cenário, o governo do Paraná pagará um auxílio emergencial para esse grupo. O projeto foi aprovado nessa segunda-feira (06) e terá as inscrições abertas.

Detalhes sobre o auxílio emergencial Paraná

Segundo informou o governador, cerca de 25 mil empresas associadas à cultura e ao turismo foram afetadas pela pandemia. Desse modo, os segmentos terão um investimento de R$ 12,9 milhões concedidos através do benefício.

As inscrições foram iniciadas e deverão ser feitas até o próximo dia 15 de dezembro. Para se candidatar é preciso acessar o site específico do programa. Na plataforma, basta preencher o formulário apresentado e anexar as documentações exigidas.

Quem terá direito ao auxílio?

O regulamento do programa afirma que seu pagamento será destinado aos CNAES ligados a:

produção teatral; produção musical; produção de espetáculos de dança; produção de espetáculos circenses, de marionetes e similares; artes cênicas, espetáculos e atividades complementares não especificadas; atividades de artistas plásticos, jornalistas independentes e escritores; restauração de obras de arte; gestão de espaços para artes cênicas, espetáculos e outras atividades artísticas; ensino de arte e cultura; ensino de dança; ensino de artes cênicas; fabricação de instrumentos musicais, peças e acessórios; ensino de música; atividades de produção cinematográfica, de vídeos e programas de televisão; agências de viagens; e operadores turísticos.

As microempresas cadastradas no Simples Nacional receberão R$ 1.000 divididos em quatro parcelas de R$ 250. Já as microempresas, incluídas nestes setores, sem inscrição estadual e MEIs terão direito a R$ 500, em dois pagamentos mensais de também de R$ 250.

Acompanhamento

Uma vez em que concluiu o cadastro, basta acompanhar a situação do programa através do aplicativo Auxílio Emergencial PF. Ele está disponível gratuitamente nos celulares IOS e Android.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.