Nova variante da COVID-19 assusta investidores pelo mundo e bolsas despencam

O aumento no número de casos decorrentes de uma nova variante da Covid-19, fez com que o assunto pandemia refletisse no mercado justamente na Black Friday, uma das datas mais importante do ano para os negócios. O Ibovespa despencou, seguindo a tendência do mercado internacional.

publicidade

Quase todas as ações do índice caíram. Pelo mundo, as Bolsas despencaram, assim como o preço dos insumos, prejudicando ainda mais a perspectiva para papéis importantes do índice brasileiro.

No mercado interno, há poucos indicadores relevantes para esta sexta, e até a PEC dos Precatórios permanecer aguardando a votação no Senado, que pode vir a se realizar   próxima terça, o investidor também segue o movimento de perda de confiança no mundo.

O Ibovespa caiu 3,39% indo aos 102.224 pontos. O dólar comercial aumentou 0,4% a R$ 5,587 na compra e R$ 5,588 na venda, o dólar futuro com vencimento em dezembro de 2021 fechou em alta de 0,27% a R$ 5,585.

publicidade

Nova variante 

A OMS (Organização Mundial de Saúde) está acompanhado a variante Ômicron, identificada na África do Sul, e que já tem casos confirmados na Ásia e na Europa. 

Segundo a organização, ainda não existem muitas informações sobre a nova cepa, porém, a OMS afirmou que ela possui um grande número de mutações que são oriundas da resistência a anticorpos. Por conta disso, a eficácia das vacinas existentes pode ser afetada. Enquanto isso, as fronteiras começam a fechar novamente.

“O mercado não vai olhar para outra coisa pelo menos até a próxima semana”, disse Robert Attuch, CEO da Ohmresearch. 

Ele acredita que ainda é cedo para contabilizar os impactos que a nova cepa do coronavírus pode vir a provocar no mercado.

“Temos que esperar os infectologistas dizerem se essa variante é mais resistente às vacinas, se é mais infecciosa e se é mais letal”, finalizou.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.