Black Friday e inflação: como será evento em um ano com alta de mais de 10% dos preços?

Nos últimos 12 meses, a inflação já chega a 10,65%. Diante desse número expressivo, aumentam as preocupações sobre o andamento da Black Friday, que acontecerá nesta sexta-feira (26). Entenda como será a relação entre Black Friday e inflação para consumidores e comerciantes.

Black Friday e inflação: como será evento em um ano com alta de mais de 10% dos preços?
Black Friday e inflação: como será evento em um ano com alta de mais de 10% dos preços? (Imagem: Montagem/FDR)

Devido à inflação, a população perde o poder de compra. Essa situação vivida no país será um problema à Black Friday deste ano, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Em comparação ao ano anterior, evento deve registrar redução real de vendas.

A confederação estima que Black Friday de 2021 movimente R$ 3,9 bilhões. Sobre o ano passado, este número representa uma alta nominal de 3,8%. Contudo, ao descontar a inflação, há uma estimativa de diminuição real de 6,5% nas vendas.

A CNC espera que os segmentos de móveis, eletroeletrônicos, eletrodomésticos e utilidades domésticas representem mais da metade da movimentação financeira projetada. A entidade também destaca os ramos de super e hipermercados, e de vestuário, calçados e acessórios.

Relação entre Black Friday e inflação para consumidores e comerciantes

Ao Estadão, o diretor de Varejo da consultoria GFK, Fernando Baialuna, afirma que — por conta da inflação — “o consumidor perdeu a referência de comparação de preços”.

A escassez de matérias-primas e alta do câmbio resultou em preção de custos. Desde o começo da pandemia de covid-19, ocorreu um reajuste médio de 30% nos valores dos eletroeletrônicos ao consumidor final.

Sendo assim, ele explica que um item que custava R$ 100 há dois anos, agora sairá por R$ 130. Com a aplicação de desconto da Black Friday, o valor passará para R$ 110. Ou seja, mesmo com a promoção, em diversos casos, o preço será acima do praticado antes da pandemia.

Por conta da dificuldade de reduzir os preços, as empresas varejistas têm apostado na forma de pagamento para tornar a compra mais compatível com a renda do cidadão. A Via, responsável pelo Ponto Frio e Casas Bahia, por exemplo, oferece parcelamento em até 30 vezes no próprio cartão.

Desde 2010, é realizada a Black Friday no Brasil. Em diversos países do mundo, anualmente, o evento acontece última sexta-feira de novembro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.