5 cuidados que você deve ter antes de pedir um cartão de crédito

Pontos-chave
  • Diversos cartões existentes no mercado cobram anuidade;
  • O consumidor deve verificar as possíveis cobranças do cartão;
  • Os benefícios do cartão variam conforme os modelos.

Ao solicitar um cartão de crédito, o consumidor poderá contar com mais facilidades para realizar compras. Para contratar este serviço, no entanto, a pessoa deve tomar alguns cuidados. Entenda 5 cuidados que você deve ter antes de pedir um cartão de crédito.

5 cuidados que você deve ter antes de pedir um cartão de crédito
5 cuidados que você deve ter antes de pedir um cartão de crédito (Imagem: Montagem/FDR)

O cartão de crédito é uma das principais fontes de crédito utilizadas pelas pessoas. Muitos solicitam este produto por conta da praticidade oferecida. Ao contratar um cartão, o consumidor poderá realizar compras de valores maiores — e pagar em parcelas ao longo dos meses.

Outra vantagem do cartão de crédito é facilidade de uso. Ao utilizar o plástico, a pessoa não precisará levar dinheiro físico para os lugares. O cartão ainda pode ser utilizado em compras pela internet.

5 cuidados que você deve ter antes de pedir um cartão de crédito

No mercado financeiro, existem diversas instituições que oferecem cartões de crédito. Diante desse alto número de opções, o consumidor pode levar em conta alguns pontos relacionados ao cartão e às condições pessoais.

1. Confira as possíveis cobranças do cartão

Diversos modelos de cartão de crédito cobram anuidade. A anuidade representa uma taxa cobrada por algumas instituições para prestar o serviço. O valor é inserido na fatura mensal — ou cobrado de uma vez.

Apesar da cobrança em diversos modelos, ainda existem cartões que são livres dessa tarifa. Com o aumento de contas digitais existentes no mercado, começaram a surgir mais cartões que não cobram taxas extras.

O interessado em contratar um cartão ainda precisa se atentar às taxas de juros, que variam de um modelo para outro. A decisão entre as opções pode ser com base nas taxas tradicionais e do crédito rotativo, além de outras taxas e tarifas existentes. Sendo assim, é recomendável verificar o Custo Efetivo Total (CET).

2. Verifique as características do cartão

Cada cartão possui suas características. Cada modelo pode ter bandeiras diferentes — como Mastercard e Visa. A bandeira pode influenciar na cobertura do cartão. Sendo assim, dependendo da escolha, o produto pode ter cobertura nacional ou internacional.

Os bancos e operadoras de cartão também tendem a oferecer benefícios aos clientes. Entre os possíveis exemplos, estão os programas de fidelidade e descontos em estabelecimentos parceiros.

Outro ponto a se considerar é que nem todos os bancos permitem a solicitação de cartão adicional. Mesmo que a instituição ofereça esta opção, vale pesquisar se existe cobrança para emitir um novo cartão, e se há cobrança de anuidade, por exemplo.

3. Entenda a forma de pagamento do cartão

O interessado em obter um cartão deve se atentar à forma como a fatura do cartão é paga. De modo geral, este pagamento acontece por meio da emissão de boleto. Dependendo do caso, existe a possibilidade de realizar o débito automático.

Ao considerar um cartão consignado, por exemplo, a quitação da fatura acontece de forma automática — por meio do desconto na folha de pagamento. De qualquer modo, é importante verificar como acontece o pagamento, de forma a facilitar na organização do dia a dia.

4. Entenda quanto poderá ser gasto

Mesmo que o cliente receba um cartão de crédito com alto limite, é fundamental realizar as compras de acordo com as condições pessoais. No momento das compras, diversas pessoas adquirem produtos por impulso — sem refletir se terão condições de honrar o compromisso.

Para evitar esse problema, é recomendável que a pessoa realize um planejamento financeiro. Neste sentido, vale conferir quanto do orçamento mensal poderá ser usado para pagar as faturas do cartão.

Imprevistos podem acontecer — como gastos médicos, consertos e demissão — e, por isso, o consumidor deve estar preparado. Ao criar uma reserva de emergência, haverá menos risco destes possíveis imprevistos afetarem os pagamentos recorrentes do cartão.

O consumidor deve ter um planejamento financeiro para evitar problemas com o cartão
O consumidor deve ter um planejamento financeiro para evitar problemas com o cartão (Imagem: Montagem/FDR)

5. Evite ter muitos cartões

Ao solicitar diversos cartões de crédito, o consumidor corre o risco de ter um descontrole financeiro — mesmo que cada modelo tenha benefícios próprios. Ter muitos cartões pode representar mais gastos de anuidade, por exemplo.

Para ter melhor controle sobre o fluxo de gastos, a recomendação é de ter o menor número possível de cartões.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.