Ceará confirma que existem 900 mil crianças aptas a receberem vacina da Covid-19

Estudos recentes mostram que a vacina da Pfizer contra a Covid-19 tem eficácia entre crianças na faixa etária de 5 a 11 anos de idade. Por isso, a farmacêutica Pfizer/BioNTech deve solicitar ainda neste mês de novembro, uma autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar a imunização deste público o quanto antes. 

Diante desta possibilidade, o Estado do Ceará identificou que cerca de 904 mil crianças na faixa etária mencionada compõem este grupo apto a receber a vacina da Covid-19. Vale ressaltar que o número mencionado se trata de uma estimativa, pois sem a atualização do Censo Demográfico fica ainda mais difícil fazer uma projeção exata. 

Por hora, os dados se baseiam no levantamento feito pela Gerência de Estudos e Análises da Dinâmica Demográfica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Embora os dados não tenham conseguido fazer um detalhamento no âmbito municipal, se tratando do estado, a estimativa de composição para cada faixa etária é a seguinte:

  • 5 anos: 131.087;
  • 6 anos: 131.309;
  • 7 anos: 127.068;
  • 8 anos: 126.783;
  • 9 anos: 128.307;
  • 10 anos: 129.471;
  • 11 anos: 130.599;

Todos esses números totalizam as 904.624 crianças cearenses aptas a receberem a vacina da Pfizer contra a Covid-19 se assim a Anvisa decidir. Os dados indicam a existência de 165 mil crianças com idade entre 5 a 9 anos de idade. Por outro lado, aquelas com 10 e 11 anos foram integradas ao grupo de 12 a 14 anos, impossibilitando a divisão do número. 

No mês de junho deste ano, a Anvisa liberou a aplicação da mesma vacina para adolescentes na faixa etária de 12 a 17 anos de idade. No Brasil, a Pfizer é a única vacina regulamentada e autorizada para este público. 

Nos Estados Unidos da América (EUA) a Food and Drug Administration (FDA), agência cujo o papel equivale ao da Anvisa, já autorizou a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos.

A determinação ocorreu após os integrantes do Comitê Consultivo de Vacinas e Produtos Biológicos Relacionados do órgão apresentarem um parecer favorável ao uso emergencial do imunizante para este público. 

A análise considerou testes clínicos compartilhados pela Pfizer que contaram com a participação de 2.268 participantes, apontando uma eficácia de 90,7% na prevenção de infecções neste público.

Enquanto isso, no Brasil, a Anvisa declarou que a ampliação do cronograma de vacinação com o objetivo de incluir uma nova faixa etária deve contar com o apoio do laboratório responsável pelo fabricação do estudante. 

O produtor deverá realizar estudos capazes de comprovar a segurança e eficácia da vacina para esta faixa etária. Estes estudos podem ser feitos tanto no Brasil quanto em outros países.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.