Após 18 anos de história, Bolsa Família encerra pagamentos nesta sexta-feira (29)

Bolsa Família chega ao fim após anos beneficiando milhares de brasileiros. Nessa sexta-feira (29), o governo federal estará concedendo a última parcela do projeto. Os segurados com o NIS encerrado em 0 serão contemplados com valores de até R$ 375, mediante a integração com o auxílio emergencial. No próximo mês não há previsão de novos repasses.

Após 18 anos de história, Bolsa Família encerra pagamentos nesta sexta-feira (29) (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
Após 18 anos de história, Bolsa Família encerra pagamentos nesta sexta-feira (29) (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Conhecido mundialmente como uma forte política pública de cunho social, o Bolsa Família acaba de ser encerrado. Por decisão do presidente Jair Bolsonaro, o programa está liberando seu último pagamento e não funcionará mais para os menos favorecidos.

A decisão de encerrar o Bolsa Família se deu mediante o desejo do atual presidente de criar um projeto social com seu nome. Intitulado de Auxílio Brasil, a proposta ainda não foi consolidada, mas já demarcou o encerramento da atual política pública em funcionamento.

Sétima parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento para beneficiários do Bolsa Família

  • NIS com final 1: 18 de outubro
  • NIS com final 2: 19 de outubro
  • NIS com final 3: 20 de outubro
  • NIS com final 4: 21 de outubro
  • NIS com final 5: 22 de outubro
  • NIS com final 6: 25 de outubro
  • NIS com final 7: 26 de outubro
  • NIS com final 8: 27 de outubro
  • NIS com final 9: 28 de outubro
  • NIS com final 0: 29 de outubro

Com o fim do Bolsa Família, como ficam os mais pobres?

Segundo os informes do governo federal, o Bolsa Família será substituído pelo Auxílio Brasil. O programa irá conceder mensalidades no valor de R$ 400 para cerca de 17 milhões de pessoas. Para ter acesso ao valor é preciso:

  • Ter renda familiar per capita de até R$ 89; ou
  • Ter renda familiar per capita de até R$ 178 (no caso de famílias que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças e/ou adolescentes até 17 anos);
  • Estar inscrito no CadÚnico;
  • Estar com dados atualizados no CadÚnico há, pelo menos, dois anos.

Até o momento não se sabe se haverá um período de cadastramento. Os segurados devem se vincular ao CadÚnico ao longo dos próximos dias.

O governo federal é que fará a triagem desses cidadãos para determinar quem ficará entre a folha orçamentária.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.