Itaú reduz projeções para o PIB e prevê recessão em 2022

Acompanhando as revisões de projeções por instituições financeiras, o Itaú reduziu a estimativas para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2022, com queda de 0,5%. Anteriormente, a previsão era de que o PIB tivesse um crescimento de 0,5%. O comunicado foi divulgado pelo banco nesta segunda-feira (25).

Itaú reduz projeções para o PIB e prevê recessão em 2022
Itaú reduz projeções para o PIB e prevê recessão em 2022 (Imagem: Montagem/FDR)

Além da piora na estimativa para o PIB, o Itaú também piorou as estimativas para o câmbio, juros e inflação. O banco projeta que o dólar ficará mais caro. Em 2021 e 2022, há a projeção de que a taxa seja de R$ 5,50. Anteriormente, a estimativa era de R$ 5,25 nos dois anos.

O Itaú ainda aposta que a taxa Selic terá alta de 1,5 ponto percentual na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). O encontro se encerrará nesta quarta-feira (27).

Atualmente, os juros estão em 6,25% ao ano. No entendimento da instituição financeira, os aumentos devem seguir nas próximas reuniões — chegando a 11,25% no primeiro trimestre de 2022.

Para o Itaú, aumentar a taxa Selic em 1,0-1,25 pontos percentuais “seria uma resposta inadequada, pois sinalizaria uma disposição excessiva para acomodar os riscos de inflação mais elevada”.

O banco ainda alega que “um movimento acima de 1,5 p.p. provavelmente levaria a uma taxa de juros terminal que colocaria a economia em recessão profunda”.

Na avaliação do banco, por conta deste juro mais alto, o PIB do Brasil deve reduzir em 2022. O Itaú informa que a recessão moderada causará um aumento na taxa de desemprego. Para 2021, a instituição estima que o PIB será de 5%.

Já para a inflação, o prognóstico passou de 8,7% para 9% em 2021. Ao considerar o ano de 2022, o reajuste aumentou de 4,2% para 4,3%.

Outras instituições financeiras pioraram projeções para o PIB

Além do Itaú, outras instituições revisaram a estimativa para o BIB do Brasil. Na semana passada, Credit Suisse, ASA Investments e XP divulgaram perspectivas piores.

Já nesta segunda-feira (25), a Ativa Investimentos informou que o avanço do PIB de 2022 será de 0,9%. Anteriormente, a projeção da corretora era de crescimento de 1,2%.

Conforme as instituições consultadas semanalmente pelo Banco Central, existe a estimativa de um crescimento econômico superior a 1%. Nesta segunda o boletim Focus informou que a mediana das estimativas para 2022 chegou a 1,4%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.