PicPay bate recorde e ultrapassa R$ 5 bilhões na carteira digital

Na última sexta, o PicPay anunciou que o saldo total em carteira de clientes da plataforma ultrapassou os R$ 5 bilhões. Este resultado representa um crescimento de 400% em comparação com o valor registrado no início do ano passado. Este número pode ajudar a melhorar a imagem do banco digital para os potenciais investidores antes da estreia na bolsa de valores americana Nasdaq.

O PicPay mantinha até a primeira semana de outubro cerca de 18 milhões de usuários com recursos em suas contas, disse um comunicado da empresa. O saldo total acumulado pelos clientes ultrapassou os R$ 5 bilhões e é o resultado mais alto registrado desde o ano de 2012, quando a empresa foi fundada.

A carteira digital do PicPay oferece um rendimento de 120% do CDI, atualmente. Através da conta da fintech, os clientes já contam com muitos serviços típicos de instituições bancárias, como pagamento de boletos, compras com QR Code, transferências bancárias via Pix e para outras contas, entre outros.

O diretor de serviços financeiros para pessoas físicas do PicPay, Danilo Caffaro, falou sobre a nova estatística: “Nosso objetivo é ser o lugar preferido do brasileiro para resolver toda a vida financeira.” Ele afirmou que a plataforma deseja centralizar a demanda de serviços para que os usuários consigam resolver todos seus assuntos financeiros em um único aplicativo.

Apenas em setembro, a fintech contabilizou cerca de 49 milhões de transações entre pessoas. Danilo falou ainda que a digitalização dos serviços financeiros e a popularização do Pix ajudaram no resultado. “O Pix contribui para o nosso forte crescimento. A facilidade de fazer um Pix no PicPay é uma das portas de entrada dos clientes e é uma das principais formas de adicionar dinheiro na carteira”, disse.

O recorde anunciado pela fintech é extremamente positivo para os futuros investidores. O PicPay terá, em breve, ações negociadas na bolsa de valores Nasdaq, dos Estados Unidos. Inicialmente, a empresa tinha a intenção de arrecadar até US$ 100 milhões com o IPO.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.