Gasolina mais cara? Bolsonaro indica novo aumento de combustíveis

Neste domingo (24), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que um novo reajuste no preço dos combustíveis deverá acontecer nos próximos dias. Apesar disso, ele declarou que não possui o interesse de interferir na tabela de preços. A declaração aconteceu ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Bolsonaro indica novo aumento de combustíveis
Bolsonaro indica novo aumento de combustíveis (Imagem: Montagem/FDR)

Sobre o possível novo aumento de combustíveis, Bolsonaro declarou que “não é preciso ter bola de cristal para isso”. Como fatores para essa projeção, o presidente citou o preço do barril de petróleo no exterior e o comportamento do dólar no Brasil.

+ Quais as chances de acontecer a greve dos caminhoneiros dia 1º de novembro?

O presidente destacou que não tem poder para interferir na Petrobras. Além disso, ele alegou que há conversas sobre o que fazer com a empresa no futuro. Neste sentido, o presidente citou o monopólio da exploração do petróleo por parte da estatal.

Diante de uma possível privatização da Petrobras, ele informou que “não vai simplesmente colocar à venda na prateleira”. Bolsonaro também criticou a “burocracia” presente na aprovação de desestatização de empresas.

Se não fosse preciso a autorização da Câmara dos Deputados, Bolsonaro declarou que teria “privatizado muito mais”.

Por conta da projeção de reajustes no preço dos combustíveis, o presidente disse que vem discutindo um auxílio ao caminhoneiro.

+ Quem serão os caminhoneiros beneficiados com auxílio de R$ 400

O preço deste benefício deve ser de R$ 400 mensais até dezembro de 2022. O custo para o Orçamento da pasta deve ser de aproximadamente R$ 4 bilhões. O governo ainda não indicou a fonte de financiamento do auxílio.

Durante a entrevista, Jair Bolsonaro também voltou a criticar o cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Ele entende que os estados são beneficiados com o aumento do combustível. Para o presidente, a forma de calcular o ICMS é injusta”.

Preços dos combustíveis passam por alta

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o valor médio da gasolina e diesel aumentaram nos postos de combustíveis na semana passada. O preço da gasolina teve alta de 0,61% nas duas últimas semanas — passando de R$ 6,321 para R$ 6,36.

Em alguns estados, a gasolina foi comercializada a R$ 7,46. Já no caso do diesel, o reajuste foi de 0,26%. O preço médio deste combustível passou de R$ 4,976 para R$ 4,983.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.