Tocantins confirma reajuste de 21% no valor da conta de água em novembro

No Estado do Tocantins, a conta de água ficará mais cara a partir do mês de novembro. O reajuste será variável, com taxas que podem incidir entre 10,26% a 21,84% para consumidores residenciais cadastrados na BRK Ambiental

O reajuste na conta de água foi regulamentado pela Agência Tocantinense de Regulação (ATR) e devidamente publicado no Diário Oficial do Tocantins, na edição da última sexta-feira, 15.

De acordo com o texto, os novos valores passarão a ser cobrados em até 30 dias após a publicação em veículo de imprensa oficial do estado. 

A medida irá afetar 368.398 consumidores dos 46 municípios tocantinenses atendidos pela empresa. No que compete às taxas variáveis na conta de água, é preciso explicar que o percentual exato dependerá da categoria de consumo na qual o cliente se encaixa, como a residencial, residencial social ou comercial. 

A ATR divulgou uma nota que contém uma tabela detalhando as tarifas cobradas para cada tipo de consumidor e por faixas de consumo, exemplificando também, o valor mínimo que será cobrado na conta de água e esgoto ao final de cada mês. No caso do consumidor residencial que consome até 55 metros cúbicos (M³) de água, ele paga, no mínimo, R$ 1.092,15 atualmente.

Mas com o reajuste, o valor será elevado para R$ 1.330,64, um aumento de 21,84%. De acordo com o presidente da ATR, Edson Cabral, este é um exemplo de gasto mais elevado, que reflete em 0,97% do total de consumidores atendidos pela concessionária no Tocantins. 

“Pessoas que têm elevado consumo de água, que tem às vezes grandes jardins, piscinas, não era justo que elas tivessem que pagar conta com algum tipo de subsídio. Aquele que consumir menos, terá a sua conta reduzida ou com pequenos reajustes”, explicou o diretor. 

A nota da ATR também menciona uma modificação na estrutura tarifária que deve passar a valer em municípios atendidos pela empresa. Segundo o documento, a revisão tem o propósito de estimular o consumo racional e ampliar o benefício da Tarifa Social também na conta de água

Veja as tabelas tarifárias a seguir:

Residencial

Consumo Conta atual Conta revisada Diferença R$ Diferença %
5 m³ R$ 81,18 R$ 66,37 -R$14,81 – 18,24%
10 m³ R$ 81,18 R$ 89,51 R$ 8,33 10,26%
15 m³ R$ 136,80 R$ 154,99 R$ 18,19 13,29%
20 m³ R$ 207,99 R$ 238,80 R$ 30,81 14,81%
25 m³ R$ 293,40 R$ 341,21 R$ 47,81 16,30%
30 m³ R$ 392,31 R$ 459,82 R$ 67,51 17,21%
35 m³ R$ 498,96 R$ 590,60 R$ 91,64 R$ 18,37%
40 m³ R$ 630,63 R$ 752,08 R$ 121,45 R$ 19,26%
45 m³ R$ 775,17 R$ 933,27 R$ 158,10 20,40%
55 m³ R$ 1.092,15 R$ 1.220,64 R$ 238,49 21,84%

Residencial Social

Consumo Conta atual Conta revisada Diferença R$  Diferença %
5 m³ R$ 25,20 R$ 19,91 -R$ 5,29 -20,99%
10 m³ R$ 25,20 R$ 26,85 R$ 1,65 6,55%
15 m³ R$ 80,82 R$ 69,41 -R$ 11,41 -14,11%
20 m³ R$ 152,01 R$ 140,65 -R$11,36 -7,47%
25 m³ R$ 237,42 R$ 237,95 R$ 0,53 0,22%
30 m³ R$ 336,33 R$ 350,62 R$ 14,29 4,25%

Comercial

Consumo Conta atual Conta revisa Diferença R$ Diferença %
5 m³ R$ 208,08 R$ 170,12 -R$ 37,96 -18,24%
10 m³ R$ 208,08 R$ 228,24 R$ 20,16 9,69%
15 m³ R$ 333,00 R$ 384,84 R$ 51,84 15,57%

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.