Excluídos! Fim do auxílio emergencial vai deixar 20 milhões sem ajuda

Pontos-chave
  • Segurados do auxílio emergencial são excluídos do novo projeto;
  • Governo faz triagem com apenas 17 milhões de segurados;
  • Calendário da última parcela do auxílio emergencial é iniciado.

Novo projeto social deverá deixar 20 milhões de brasileiro na miséria. Com o interesse do governo Bolsonaro de implementar o Auxílio Brasil, os atuais segurados do auxílio emergencial deverão ser prejudicados. Na pasta do novo programa, só haverá vagas para 17 milhões de pessoas, o que significa uma exclusão significativa dos vulneráveis.

Excluídos! Fim do auxílio emergencial vai deixar 20 milhões sem ajuda (Imagem: FDR)
Excluídos! Fim do auxílio emergencial vai deixar 20 milhões sem ajuda (Imagem: FDR)

A implementação do Auxílio Brasil permanece como um grande problema para a população e para o governo. Apesar da proposta ser parcialmente positiva ao oferecer um abono de R$ 400, cerca de 20 milhões de segurados do atual auxílio emergencial serão excluídos do novo programa.

Triagem não inclui auxílio emergencial

De acordo com as informações do governo, para ter acesso ao novo Bolsa Família o cidadão precisa estar vinculado ao Cadastro Único. Até aí a inclusão dos segurados do auxílio emergencial está garantida.

No entanto, o novo programa só terá abertura para 17 milhões de brasileiros, sendo cerca de 14 milhõesbeneficiários do Bolsa Família. Isso significa dizer que apenas 3 milhões do auxílio emergencial deverão ser selecionados. Atualmente o programa contempla quase 40 milhões de cidadãos.

Como entrar no auxílio brasil?

Para poder se candidatar é preciso ir até um centro de assistência social e entregar os seguintes documentos solicitando a entrada no Cadastro Único:

  • CPF;
  • RG;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor.

Os informes serão analisados e depois o titular pode fazer a consulta de sua aceitação no app da plataforma ou por telefone, através dos seguintes canais de comunicação:

  • Aplicativo “Meu CadÚnico” (disponível para celulares Android oi iOS) ou pelo site do Governo Federal.
  • Também é possível ligar para a central de atendimento da Caixa Econômica Federal, que é responsável pelos repasses do Bolsa Família e também será do Auxílio Brasil, nos seguintes números: 0800 707 2003 (a ligação é gratuita de qualquer parte do país).

Uma vez aceito, basta aguardar o processo de triagem do governo federal que deverá dar prioridade as mães de família solteiras e aos mais vulneráveis dentro desse grupo. O Auxílio Brasil pode passar a ser concedido entre novembro e dezembro.

Auxílio emergencial em sua última parcela

Enquanto o governo federal resolve a implementação do novo projeto, a Caixa Econômica permanece fazendo o pagamento da sétima e última rodada do projeto nas seguintes datas:

Sétima parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento para beneficiários do Bolsa Família

  • NIS com final 1: 18 de outubro
  • NIS com final 2: 19 de outubro
  • NIS com final 3: 20 de outubro
  • NIS com final 4: 21 de outubro
  • NIS com final 5: 22 de outubro
  • NIS com final 6: 25 de outubro
  • NIS com final 7: 26 de outubro
  • NIS com final 8: 27 de outubro
  • NIS com final 9: 28 de outubro
  • NIS com final 0: 29 de outubro

Sétima parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento (depósito em conta) para público geral 

  • Nascidos em janeiro – 20 de outubro
  • Nascidos em fevereiro -21 de outubro
  • Nascidos em março – 22 de outubro
  • Nascidos em abril – 23 de outubro
  • Nascidos em maio – 23 de outubro
  • Nascidos em junho – 26 de outubro
  • Nascidos em julho – 27 de outubro
  • Nascidos em agosto – 28 de outubro
  • Nascidos em setembro – 29 de outubro
  • Nascidos em outubro – 30 de outubro
  • Nascidos em novembro – 30 de outubro
  • Nascidos em dezembro – 31 de outubro

Sétima parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de saque para público geral

  • Nascidos em janeiro – 1º de novembro
  • Nascidos em fevereiro – 3 de novembro
  • Nascidos em março – 4 de novembro
  • Nascidos em abril – 5 de novembro
  • Nascidos em maio – 9 de novembro
  • Nascidos em junho – 10 de novembro
  • Nascidos em julho – 11 de novembro
  • Nascidos em agosto – 12 de novembro
  • Nascidos em setembro – 16 de novembro
  • Nascidos em outubro – 17 de novembro
  • Nascidos em novembro – 18 de novembro
  • Nascidos em dezembro – 19 de novembro

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.