CAIXA dá início a 7ª parcela do auxílio emergencial do grupo geral hoje (20)

Desempregados, Microempreendedores Individuais (MEI), cidadãos de baixa renda inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) e trabalhadores autônomos formam o público geral. E é justamente este grupo que começa a receber a sétima e última parcela do auxílio emergencial a partir desta quarta-feira, 20. 

CAIXA dá início a 7ª parcela do auxílio emergencial do grupo geral hoje (20)
CAIXA dá início a 7ª parcela do auxílio emergencial do grupo geral hoje (20). (Imagem: FDR)

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial para o público geral foi organizado para contemplar os beneficiários seguindo a ordem do mês de nascimento.

Portanto, hoje é a vez dos aniversariantes de janeiro. Nesta quinta-feira, 21, recebem aqueles que nasceram em fevereiro e assim sucessivamente, até o cronograma ser concluído no dia 31 de outubro. 

Os beneficiários recebem a sétima parcela do auxílio emergencial por meio de depósitos na conta poupança social digital, gerenciada pelo aplicativo Caixa Tem.

A plataforma foi criada no ano passado logo no início do programa com o propósito de unificar os pagamentos do benefício e evitar aglomerações nas portas das agências da Caixa Econômica Federal (CEF) como vinha acontecendo. 

O Caixa Tem é um banco digital totalmente gratuito, o que quer dizer que os clientes não precisam pagar nenhuma taxa pelo uso dos serviços como acontece em agências tradicionais.

Na conta poupança social digital é possível fazer transações individuais de até R$ 600, diárias de R$ 1.200 e mensais de, no máximo, R$ 5 mil. Além disso, o cliente consegue:

  • Pagar boletos online; 
  • Realizar pagamentos na Casa Lotérica; 
  • Fazer recarga de telefone celular vinculado a qualquer operadora; 
  • Contratar o Seguro Apoio Família; 
  • Obter dicas financeiras; 
  • Realizar compras online com o cartão de débito virtual;
  • Realizar compras presenciais mediante a leitura do QR Code emitido pela máquina de cartão do estabelecimento comercial;
  • Informar os rendimentos de pessoa física; 
  • Consultar o Número de Identificação Social (NIS); 
  • Consultar o Bolsa Família;
  • Receber o Seguro Desemprego; 
  • Fazer transferências via TED e DOC;
  • Fazer transferências e efetuar pagamentos com a chave PIX; 
  • Consultar o extrato de movimentação da conta poupança.

Mas vale lembrar que algumas ferramentas ficam restritas por um determinado período. Trata-se das transferências via TED, DOC. O PIX também é incluído nessas restrições, mas apenas limitando transferências para contas da mesma titularidade em outras agências bancárias. 

Essas funções são integralmente liberadas junto ao calendário que permite os saques em espécie. No caso da sétima parcela, as liberações começam no dia 1º de novembro e terminam no dia 19 do mesmo mês. 

Calendário da sétima parcela do auxílio emergencial

Mês de nascimento Depósitos Saques
Janeiro 20 de outubro 1º de novembro
Fevereiro 21 de outubro 3 de novembro
Março 22 de outubro 4 de novembro
Abril 23 de outubro 5 de novembro
Maio 23 de outubro 9 de novembro
Junho 26 de outubro 10 de novembro
Julho  27 de outubro 11 de novembro
Agosto 28 de outubro 12 de novembro
Setembro 29 de outubro 16 de novembro
Outubro 30 de outubro 17 de novembro
Novembro 30 de outubro 18 de novembro
Dezembro  31 de outubro 19 de novembro

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.