Pesquisa mostra alta na reprovação de Guedes; quais dados da economia podem explicar?

A atuação do ministro da Economia, Paulo Guedes, foi vista como “ruim” ou “péssimo” para 35% das pessoas que o conhecem. Em comparação a fevereiro deste ano, houve uma alta de 9 pontos percentuais. A pesquisa, sobre a alta na reprovação de Guedes, foi divulgada pelo PoderData, na última sexta-feira (15).

No caso de quem considera o trabalho de Paulo Guedes “bom” ou “ótimo”, a pesquisa apontou uma queda de 28% para 25% no mesmo período. Diante da margem de erro de 2 pontos percentuais, não houve mudança significativa.

No caso de quem considera ele como “regular”, teve uma redução de 41% para 31%. Outros 9% dos brasileiros, que participaram da pesquisa, não souberam responder.

A atuação do ministro é mais bem avaliada por brasileiros de 45 a 59 anos e na região Centro-Oeste. Por outro lado, os maiores índices de “ruim” e péssimo” são de jovens entre 16 e 24 anos e pessoas que chegaram a cursar o ensino superior.

Para realizar esse levantamento, o PoderData entrevistou 2,5 mil pessoas. Nas 27 unidades federativas abrangidas, 469 municípios estiveram inclusos na pesquisa. As entrevistas aconteceram entre os dias 11 e 13 de outubro.

Dados da economia que podem explicar a alta na reprovação de Guedes

Recentemente o ministro da Economia, tem sido criticado pelo aumento da inflação nos últimos meses. Pelo terceiro ano consecutivo, o Brasil deve terminar 2021 com a inflação acima do centro da meta. Segundo o banco Central, em 30 de setembro, o índice deve fechar em 8,5%.

Em setembro, a inflação chegou a 1,16%. Esta é a maior taxa para o mês desde 1994. Esses dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo IBGE. No acumulado anual, No acumulado dos últimos 12 meses, a inflação chega a 10,25%.

A reprovação de Guedes também acontece em um momento em que o desemprego no Brasil atinge 14,1 milhões de brasileiros. A taxa, que considera o trimestre encerrado em julho, foi de 13,7%.

Estes dados sobre o desemprego fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgada pelo IBGE. De qualquer forma, o levantamento indica que houve uma queda de 1 ponto percentual em relação ao trimestre anterior.

Outro fator que pode explicar a desaprovação é uma divulgação do projeto “Pandora Papers”, que noticiou que Guedes possui uma empresa offshore em paraíso fiscal.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.