CNH Social ganha edição inédita no Ceará; inscrições abertas no Detran

Pontos-chave
  • O CNH Popular 2021 oferecerá 25 mil habilitações para pessoas de baixa renda;
  • As inscrições devem ser feitas pelo site do Detran-CE;
  • Os interessados devem se atentar às possíveis tentativas de fraude.

Nesta quarta-feira (13), o governo do Ceará lançou o programa CNH Popular 2021. No total, serão ofertadas 25 mil habilitações nos municípios do estado em 2021 e 2022. São 20 mil CNHs para o interior e outra 5 mil para Fortaleza. As novas inscrições devem ser realizadas de forma virtual.

CNH Social ganha edição inédita no Ceará; inscrições abertas no Detran
CNH Social ganha edição inédita no Ceará; inscrições abertas no Detran (Imagem: Montagem/FDR)

Oferecida por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE), o programa possibilita acesso gratuito à obtenção da primeira CNH nas categorias A (moto) ou B (automóvel) — para pessoas de baixa renda.

A realização desta edição do programa já havia sido anunciada em agosto deste ano. Na ocasião, o governador Camilo Santana tinha dito que o CNH Popular retornaria com o dobro de carteiras oferecidas.

No programa CNH Popular 2021/2022, distribuição das carteiras por município acontecerá da seguinte forma:

  • Número de habitantes: coeficiente de 1 CNH a cada 326 habitantes;
  • Municipalização do trânsito: os primeiros atendidos serão os que já possuem a própria autarquia de trânsito. Logo após, serão os municípios que estão em fase de formalização de cadastro junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran);
  • Proporção veículos registrados x pessoas habilitadas.

Quem pode participar do CNH Popular 2021 Ceará

  • Beneficiários do Programa Bolsa Família;
  • Pessoas com deficiência;
  • Pessoas egressas do Sistema Penitenciário.

Como se cadastrar no CNH Popular 2021 Ceará

Para realizar o cadastro, o interessado deve acessar o site do Detran-CE. Após, basta clicar na opção “habilitação” e em “CNH Popular”. A pessoa deve escolher a forma de acesso (primeira habilitação); informar o CPF; e, em seguida, confirmar.

Com isso, aparecerá um formulário que solicitará dados do candidato — como o contato e a profissão.

Logo após, será preciso anexar documentos, como comprovante de residência, identidade, NIS e CPF. Também é importante deixar o contato, como o e-mail ou telefone.

Depois de confirmar o cadastro, uma comissão analisará essa solicitação. O cidadão poderá acompanhar o status do pedido pelo próprio site.

A pessoa receberá informações sobre a situação do cadastro via e-mail e, também, pelo site do departamento. Neste caso, existirá o status do cadastro com uma tela de acompanhamento.

Vale ressaltar que a população deve se atentar às tentativas de fraude. A inscrição acontece somente por meio do site oficial do Detran-CE. O departamento destaca que não envia e-mail e nenhum tipo de link por meio de aplicativos de mensagens — como o WhatsApp — ou redes sociais.

Em caso de aprovação do cadastro, a comissão será agendada para onde os candidatos serão direcionados pelo Detran para as autoescolas — que se responsabilizarão pela preparação dos respectivos alunos do programa.

As CNHs do programa serão oferecidas em diversos municípios do estado do Ceará
As CNHs do programa serão oferecidas em diversos municípios do estado do Ceará (Imagem? Montagem/FDR)

O programa CNH Popular

Criado em 2019, o CNH Popular permite acesso das pessoas de baixo poder aquisitivo, gratuitamente, à obtenção da primeira CNH nas categorias A (moto) ou B (automóvel).

No caso da pessoa que se habilita na categoria A, o programa oferece um capacete — garantido por meio da Lei nº 15.931 de dezembro de 2015, e que cumpre às exigências legais em vigor.

Na volta desse programa, o governador informou que o número de habilitações disponibilizadas é praticamente o triplo do realizado anualmente, antes da pausa da CNH Popular.

Ele reforma que a iniciativa, além de dar a carteira de habilitação, auxilia diversas pessoas a obter um trabalho, de se tornarem entregadores.

O Superintendente do Detran-CE, Maximiliano Quintino, afirma que ter uma CNH representa formar motoristas dentro da lei de trânsito. Dessa forma, ele indica que a medida ajudará a aumentar a segurança viária nas cidades.

Quintino alega que todos os aprovados serão qualificados ou requalificados no processo seletivo. Indiretamente, o Superintendente acredita que o programa trará impacto positivo na educação, saúde e cidadania — devido aos exames necessários aplicados.

No entendimento do Secretário da Infraestrutura do Ceará, Lucio Gomes, o CNH Popular funciona como ferramenta de inclusão social e de promoção da saúde pública.

Ele cita que este programa tem o potencial de gerar oportunidades, para 165 mil profissionais ou empreendedores, até o final do ano que vem. Além disso, Gomes cita que a medida poderá reduzir os índices de acidentes, principalmente de motos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.