Aulas presenciais em São Paulo não estão autorizadas para 75% das escolas

Na próxima segunda-feira, 18, as escolas de são Paulo poderão voltar a receber todos os alunos para as aulas presenciais. Até então, o estado adotava o ensino hibrido, com aulas remotas e presenciais.

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo autorizou o retorno das aulas totalmente presenciais.

“A educação precisa ser prioridade da sociedade. Fizemos todos os investimentos necessários para o cumprimento dos protocolos e essa volta tem total respaldo do Comitê Científico do Estado”, destacou o Secretário da Educação, Rossieli Soares.

No entanto, 75% das escolas públicas devem permanecer com o revezamento dos estudantes até 3 de novembro.

Aulas presenciais nas escolas de SP

De acordo com a SEDUC-SP, 3.879 escolas públicas do estado não têm condições de receber todos os estudantes e manter o distanciamento determinado, que é de 1 metro.

Nesse sentido, para essas unidades, até 3 de novembro, deve ser adotado um sistema de revezamento entre os alunos.

A estimativa é de que a partir dessa data esse distanciamento não será mais exigido. Com isso, as unidades escolares poderão voltar a receber todos os estudantes, seguindo os demais protocolos, mas sem o afastamento.

Vale lembrar que, para as escolas que conseguem manter o distanciamento de 1 metro, a volta às aulas totalmente presenciais é obrigatória.

Com isso, o estudante precisa buscar informações sobre o retorno diretamente na unidade em que está matriculado.

Tanto nas escolas que permanecem com o revezamento, quanto nas que retomarão suas atividades, as diversas medidas de biossegurança terão que ser seguidas pelos estudantes e profissionais.

Para garantir a segurança do retorno às aulas presenciais, todos os protocolos sanitários, como o distanciamento de um metro entre os alunos, uso obrigatório de máscara e álcool em gel, serão mantidos até o final de outubro”, afirmou o Governador João Doria.

A permissão para a ocupação total das escolas é válida para as redes públicas e particulares.

Mas, como dito anteriormente, as unidades escolares que escolherem receber todos os estudantes precisam ter espaço para isso.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.