USP autoriza retorno das aulas presenciais, mas restringe unidades liberadas

As aulas presenciais já estão liberadas na USP, mas apenas alunos vacinados poderão retornar. Além disso, nem todas as unidades retomarão as atividades presenciais nesse primeiro momento.

USP autoriza retorno das aulas presenciais mas restringe unidades liberadas
USP autoriza retorno das aulas presenciais mas restringe unidades liberadas (Imagem/Reprodução: USP)

Desde a última segunda-feira, 4, as aulas presenciais na Universidade de São Paulo já estão autorizadas, a instituição retoma suas atividades após ficar 18 meses apenas com o ensino remoto.

Volta às aulas presenciais na USP com restrições

As atividades estão sendo retomadas, mas apenas quem está com o ciclo completo de imunização pode voltar para as atividades presenciais. Ou seja, apenas quem tomou as duas doses do imunizante.

Além disso, a segunda dose deve ter sido tomada no mínimo há 14 dias, os estudantes terão que apresentar o cartão de vacinação para serem autorizados a entrar nas unidades.

Caso o estudante apresente algum sintoma respiratório suspeito de COVID-19 ele deve comunicar ao professor ou responsável pelo seu curso e deixar de frequentar as aulas. Em caso positivo para a doença, ele deve ficar afastado por 14 dias.

Para auxiliar e manter a comunidade acadêmica informada nesse momento, a USP criou o site Retorno Seguro

Nele, os estudantes e interessados podem encontrar diversas informações sobre vacinação, saúde, além de todos os protocolos que sevem ser adotados na instituição e também os comunicados oficiais.

Unidades da USP que não retomam as atividades presenciais agora

Mesmo com a autorização para a volta aos campis, algumas unidades já informaram que apenas em 2022 vão liberar as suas aulas presenciais para os estudantes.

Em conversa com o UOL, representantes da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária (FEA) e da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) informaram que não retornarão agora.

Como justificativa para essa decisão a FEA informou que em sua grade dos cursos não possui aulas práticas que poderiam ser retomadas nesse momento.

“A USP deu liberdade às unidades de ensino para a elaboração de um calendário que melhor as conviesse”, explicou a assessoria de imprensa da FEA.

A USP é uma das principais instituições de ensino superior do Brasil e realiza diversas pesquisas sobre a COVID-19, inclusive participando de estudo internacional.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA