Receba salário de até R$ 1.100 no INSS sem precisa fazer contribuição

Existe uma série de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro (INSS), um deles é o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Ele é pago mesmo que as pessoas nunca tenham realizado nenhuma contribuição para o órgão.

Receba salário de até R$ 1.100 no INSS sem precisa fazer contribuição
Receba salário de até R$ 1.100 no INSS sem precisa fazer contribuição (Imagem: Diário do Nordeste)

O BPC é um benefício concedido pela previdência social para garantir renda mínima para idosos e demais pessoas com deficiência que não possam trabalhar. 

A inclusão no programa é realizada por meio de uma avaliação médica, se fazendo necessário o laudo que comprove a doença. O INSS leva em conta ainda a renda familiar per capita da família do beneficiário.

Quem pode receber o BPC?

  • Ser idoso com 65 anos ou mais, ou portador de deficiência (física, mental, sensorial ou intelectual) de qualquer idade;
  • Possuir renda mensal familiar igual ou inferior a ¼ do salário mínimo (R$ 275 este ano) por pessoa;
  • Comprovar não ter condições financeiras para próprio sustento de sua família;
  • Não receber nenhum benefício previdenciário ou de outro regime.

Como solicitar?

Os cidadãos que podem receber o benefício devem, primeiramente, ir até um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), que é o centro de atendimento em que se realiza o cadastro no CadÚnico.

O beneficiário deve buscar o Cras mais perto da sua casa. Neste período de isolamento social, o atendimento presencial está sendo realizado com horário agendado.

O CadÚnico não é apenas um cadastro para as pessoas com deficiência e sim um cadastro familiar.

Podem fazer parte do cadastro: o requerente, o cônjuge ou companheiro, os pais e, na ausência de um deles, a madrasta ou padrasto, os irmãos solteiros, os filhos e enteados solteiros e os menores tutelados, desde que vivam no mesmo endereço. Documentos de toda família devem ser levados para realização do cadastro.

Como solicitar pela internet?

O segurado deve primeiro fazer o seu cadastro no CadÚnico, depois é preciso entrar no aplicativo Meu NSS. Após isso é necessário:

  • Crie um login e uma senha para acessar seu perfil no Meu INSS;
  • O login será seu CPF e uma senha criada por você;
  • O site irá fazer perguntas para confirmar sua identidade. Depois, é possível fazer o requerimento. Se o BPC for solicitado em seu nome, você deve responder seus dados. Mas se for para terceiros, use os dados dele no cadastro do Meu INSS.;

No aplicativo, é só entrar em:

  • Agendamentos/Solicitações;
  • Depois Benefícios Assistenciais;
  • Clicar em Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência e Atendimento à distância;
  • Envie a documentação solicitada no aplicativo Meu INSS;
  • Acompanhe a situação do seu requerimento com frequência, porque o processo será feito on-line durante a pandemia;

Há uma lupa no requerimento feito: clique nela para acompanhar seu processo. O INSS também irá se comunicar com você pelo site ou aplicativo.

Como enviar os laudos pelo MEU INSS?

Para enviar os laudos é preciso:

  • Entrar no aplicativo e depois clicar em Solicitações/agendamentos;
  • Procurar por Meus requerimentos;
  • Clicar em Detalhar atendimento à distância;
  • E por fim anexar o documento desejado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA