Calendário do INSS dá continuidade ao pagamento de até R$ 1,1 mil nesta semana

Pontos-chave
  • Segurados com direito a um salário mínimo recebem benefícios esta semana;
  • Consulta do extrato pode ser feita pelo Meu INSS;
  • Faixas de renda de salários do INSS foram ajustadas.

O calendário de pagamentos dos salários previdenciários para os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) continua a todo o vapor. Nesta semana, os cidadãos que recebem até um salário mínimo, R$ 1.100, recebem os depósitos em conta até o dia 30 de setembro. 

Calendário do INSS dá continuidade ao pagamento de até R$ 1,1 mil nesta semana
Calendário do INSS dá continuidade ao pagamento de até R$ 1,1 mil nesta semana. (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

É importante explicar que o calendário do INSS é dividido em duas etapas. A primeira contempla os segurados que recebem até um salário mínimo, conforme mencionado.

A segunda é voltada àqueles que recebem quantias superiores ao piso nacional, até chegar ao teto da autarquia de R$ 6.433,57 ou ultrapassar este valor. 

Normalmente, o calendário do INSS é divulgado sempre no final do ano anterior ao de pagamento. Esta distinção entre grupos e valores foi necessária para que a autarquia conseguisse organizar as finanças e otimizar a distribuição, para não correr o risco de ser acusada de dar preferência a grupos específicos. 

O sistema utilizado pelo INSS para organizar os pagamentos se baseia no dígito final do Número de Identificação Social (NIS), aquele impresso no cartão do instituto que o beneficiário usa para receber o salário previdenciário.

Além do mais, os depósitos são efetuados sempre em dias úteis, ou seja, de segunda a sexta-feira, para não haver confusão. Na ocasião de feriados no meio da semana, o pagamento é realizado no próximo dia útil.

Benefícios pagos pelo INSS

Para aqueles que ainda possuem dúvidas, o calendário do INSS contempla os seguintes benefícios previdenciários:

  • Aposentadoria especial;
  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-doença;
  • Benefício assistencial;
  • Pensão por morte;
  • Salário-maternidade.

Salário ajustado

Vale lembrar que todos os anos os salários do INSS são devidamente atualizados conforme o reajuste anual do piso nacional. Considerando o último salário mínimo que foi de R$ 1.045, o reajuste foi de 5,26% para o valor atual de R$ 1.100. 

No caso daqueles que recebem mais que um salário mínimo, o percentual atual é de 5,45% de acordo com a previsão acumulada em 2020 do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

As alíquotas referentes à cada faixa de renda foram atualizadas no intuito de se equiparar tanto ao piso nacional vigente quanto ao Imposto de Renda (IR). Observe os percentuais em vigor:

  • Até 1 salário mínimo (R$ 1.100): 7,5%;
  • De R$ 1.100,01 a R$ 2.203,38: 9%;
  • De R$ 2.203,49 a R$ 3.305,22: 12%;
  • De R$ 3.305,23 a R$ 6.433,57: 14%.

Calendário do INSS para quem recebe até um salário

  • NIS final 1: 24 de setembro;
  • NIS final 2: 27 de setembro;
  • NIS final 3: 28 de setembro;
  • NIS final 4: 29 de setembro;
  • NIS final 5: 30 de setembro;
  • NIS final 6: 1º de outubro;
  • NIS final 7: 4 de outubro;
  • NIS final 8: 5 de outubro;
  • NIS final 9: 6 de outubro;
  • NIS final 0: 7 de outubro.

Calendário para quem recebe mais que um salário

  • NIS final 1 e 6: 1º de outubro;
  • NIS final 2 e 7: 4 de outubro;
  • NIS final 3 e 8: 5 de outubro;
  • NIS final 4 e 9: 6 de outubro;
  • NIS final 5 e 0: 7 de outubro.
Calendário do INSS dá continuidade ao pagamento de até R$ 1,1 mil nesta semana
Calendário do INSS dá continuidade ao pagamento de até R$ 1,1 mil nesta semana. (Imagem: O Petróleo)

Consulta e saque dos valores

Os segurados que desejarem podem consultar o extrato de pagamento do salário do INSS pelo portal Meu INSS. A verificação está disponível tanto pelo site quanto pelo aplicativo.

No decorrer dos últimos meses a plataforma passou por diversas atualizações com o propósito de oferecer todos os procedimentos que antes estavam disponíveis apenas no modelo presencial. 

Agora, o Meu INSS oferece todas as informações, serviços e ferramentas necessárias para a comodidade do segurado, possibilitando que todas as demandas sejam executadas virtualmente. 

Desta forma, a necessidade de se dirigir às agências do INSS tornam-se cada vez mais ociosas. De certa forma, é uma maneira de preservar pela saúde tanto dos segurados quanto dos servidores do instituto, sobretudo em um momento de crise sanitária em que o distanciamento social continua sendo recomendado. 

O saque do benefício previdenciário deve ser feito diretamente junto à agência bancária pagadora dos valores. Basta se dirigir ao caixa eletrônico em posse do cartão magnético disponibilizado pelo INSS e realizar a transação.

Lembrando que a retirada em espécie fica disponível no mesmo dia em que os valores são depositados. Quem desejar, pode movimentar as quantias virtualmente pelo Meu INSS.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA