Open Banking anuncia nova fase a partir de outubro com facilidades no PIX

No próximo mês, o Open Banking vai lançar uma nova fase que deve trazer facilidades no PIX para os usuários. Segundo o Banco Central, esse pedido dos bancos foram realizados por conta da necessidade de ajustes nas especificações técnicas, nos quais comprometeram o prazo para a realização dos testes e certificação das instituições.

Open Banking anuncia nova fase a partir de outubro com facilidades no PIX
Open Banking anuncia nova fase a partir de outubro com facilidades no PIX (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Na terceira fase seria iniciado os pagamentos. Nesta fase, qualquer pessoa pode realizar pagamentos por meio de aplicativos, sem que seja necessário estar no sistema proprietários dos bancos. 

No começo da implantação do open banking em meados do ano passado, a intenção era revolucionar o sistema financeiro, derrubando as barreiras de entrada para as fintechs para que pudessem concorrer com os bancos tradicionais. 

Já essa terceira fase representa essa concretização de facilitar a vida dos usuários, com os pagamentos sem necessidade do aplicativo do banco.

Compartilhamento de dados

Conforme a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o sistema irá funcionar gradualmente e com consentimento dos usuários que vão poder selecionar quais dados, por quanto tempo e entre quais instituições bancárias compartilhar.

Desde o dia 13 deste mês puderam ser compartilhados os dados de cadastro, que incluem os dados pessoais, o endereço e a renda.

Ao realizar a autorização do compartilhamento, o cliente vai possibilitar que uma instituição financeira tenha acesso às informações de outra, com a qual o usuário tem uma relação anterior.

Esse procedimento será relacionado a uma oferta de produto ou serviço específico, como financiamentos, abertura de conta ou cartão de crédito. O tempo máximo de compartilhamento será de um ano.

Ofertas feitas a partir do compartilhamento de dados

Com esse cruzamento de informações, os bancos vão poder realizar ofertas mais adequadas ao perfil do cliente, assim como disponibilizar condições mais vantajosas. As operações também são limitadas entre as instituições autorizadas pelo usuário. Ambos os bancos serão responsáveis pela segurança desses dados.

Pagamentos pelo Pix usando o Open Banking

A partir de outubro haverá a possibilidade de realizar pagamentos pelo Pix usando o open banking, o que vai possibilitar que essas transações sejam efetuadas pelos chamados iniciadores de pagamento, que podem ser aplicativos de compras ou até de mensagens.

No dia 13 de setembro, foram autorizadas as trocas de dados relativos às contas e movimentação financeira. Após o dia 27 de setembro, os usuários vão poder disponibilizar os dados sobre operações de crédito e cartões de crédito.

O sistema foi elaborado com o intuito de tornar possível a aceitação do compartilhamento de forma intuitiva, ao demonstrar o interesse na oferta de um banco o usuário indique as informações que quer compartilhar e seja encaminhado à plataforma do banco que irá fornecer as informações.

Pela regulamentação definida pelo Banco Central, é obrigatória a participação no open banking de todas as grandes e médias instituições financeiras do Brasil.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA