Calendário de vacinação da COVID-19 esta semana nas principais capitais do Brasil

Pontos-chave
  • Quase 40% da população brasileira está totalmente vacinada;
  • Capitais continuam vacinando adolescentes;
  • Idosos e imunossuprimidos recebem a terceira dose.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil tem avançado cada vez mais. Até agora, 38,5% da população já está totalmente vacinada com as duas doses ou dose única do imunizante, o que equivale a 81.158.244 pessoas.

Calendário de vacinação da COVID-19 esta semana nas principais capitais do Brasil
Calendário de vacinação da COVID-19 esta semana nas principais capitais do Brasil. (Imagem: Santa Casa de Maceió)

No que compete à aplicação da primeira dose da vacina, um total de 142.115.868 brasileiros já estão parcialmente imunizados, ou seja, 66,62% da população. É importante lembrar que o reforço vacinal com a terceira dose também já começou no Brasil, chegando a 333.416 pessoas, 0,16%.

Os dados foram obtidos pelo consórcio de veículos de imprensa e divulgados na noite de ontem, 20. O levantamento também indicou que a soma da primeira, segunda, terceira e dose única equivalem a 223.607.528 doses de vacinas aplicadas. 

Veja a seguir o calendário de vacinação contra a Covid-19 nas principais capitais do Brasil. 

São Paulo (SP)

Nesta segunda-feira, 20, a cidade de São Paulo deu início à etapa de reforço da vacinação com a terceira dose. A prioridade é dada a pessoas imunossuprimidas com 18 anos ou mais, desde que tenham tomado a segunda dose há, pelo menos, 28 dias. 

Idosos com 80 anos ou mais também podem tomar a terceira e última dose da vacina. Mas neste caso, é preciso que a segunda dose tenha sido aplicada há cerca de seis meses. A vacinação contra a Covid-19 na capital paulista não para por aí, pois a vacinação para adolescentes continua. 

Jovens de 12 a 17 anos de idade podem procurar os postos de vacinação acompanhados do pai ou responsável. Na falta de algum deles, é possível que um outro adulto com uma autorização por escrito e assinada seja apresentada no ato da imunização. Lembrando que a vacina aplicada neste grupo é a Pfizer.

Rio de Janeiro (RJ)

A vacinação contra a Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro atende adolescentes e a etapa do reforço vacinal. Desde esta segunda-feira, 20, os jovens com 15 anos ou mais sem comorbidades podem procurar os postos de vacinação para receber a primeira dose da vacina. 

Enquanto isso, os adolescentes na faixa etária de 12 a 14 anos que possuem algum tipo de comorbidade também podem se vacinar na capital carioca. Estes grupos são atendidos nas Unidades de Saúde de cada bairro, das 12h30 às 16h. Lembrando que os menores de idade precisam ir acompanhados dos pais ou responsáveis. 

A terceira dose da vacina também tem sido aplicada para idosos com 70 anos ou mais e pessoas imunossuprimidas, desde que já tenham recebido a segunda dose há seis meses ou mais. Este público é atendido nas Unidades de Saúde de bairros, no Centro de Imunização e na Policlínica Manejo das 09h às 12h. 

Recife (PE)

A capital pernambucana é a cidade nordestina mais avançada na campanha de vacinação contra a Covid-19. Até agora, 78,5% da população, o correspondente a 1,3 milhão de pessoas já tomaram, pelo menos, a primeira dose da vacina. Segundo dados obtidos pela plataforma Conecta Recife, o total de adultos com a primeira dose é de 99,16%.

No que compete à quantidade de pessoas que já receberam as duas doses da vacina ou a dose única, esta consiste a 42.50%, ou seja, 704.134 habitantes.

O calendário atual de vacinação de Recife atende adolescentes a partir de 12 anos de idade, além da dose de reforço para idosos com 70 anos ou mais e imunossuprimidos. Todos os grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde também continuam a ser imunizados. 

Campo Grande (MS)

A capital sulista já iniciou a aplicação da terceira dose da vacina para idosos com 63 anos de idade ou mais desta terça-feira, 21, em diante. Mas para isso, este grupo precisa ter tomado as duas doses da vacina até o dia 18 de maio. 

No caso dos imunossuprimidos, o intervalo entre as doses é de 18 dias, mediante a apresentação do laudo médico capaz de comprovar a condição alegada. Vale ressaltar que a segunda dose da AstraZeneca continua sendo aplicada para aqueles que iniciaram o esquema vacinal até o dia 22 de julho. 

Quanto à CoronaVac, a segunda dose é direcionada para quem recebeu a primeira dose até o dia 30 de agosto, e a Pfizer até o dia 18 de agosto.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA