Ministro se irrita com ausentes no ENEM, “joguei R$ 300 milhões no lixo”

Milton Ribeiro comentou, durante audiência no Senado, sobre a reabertura das inscrições do ENEM. Estudantes isentos em 2020, mas que faltaram na aplicação têm até 26 de setembro para se inscrever.

Ministro se irrita com ausentes no ENEM, "joguei R$ 300 milhões no lixo"
Ministro se irrita com ausentes no ENEM, “joguei R$ 300 milhões no lixo” (Imagem/Reprodução: TV Senado)

Não é a primeira vez que o Ministro da Educação Milton Ribeiro comenta sobre a isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio.

Em agosto ele afirmou que os estudantes que não justificaram a ausência em 2020 não foram contemplados com a isenção nesse ano.

 Aqueles com gratuidade no ano passado que não compareceram ou não justificaram e tentaram novamente esse ano eu disse não. Quer dizer, a equipe que cuida do Enem disse não”, afirmou ele.

Ministro da Educação comenta reabertura das isenções do ENEM 2021

Agora, com a reabertura do prazo para solicitar a isenção, o Ministro mais uma vez comentou a situação e se mostrou bastante incomodado, segundo ele:   

No outro Enem, havíamos aberto a oportunidade para muitos alunos fazerem a inscrição gratuitamente. Eles fizeram e simplesmente não compareceram na prova. Dei a eles (na inscrição deste ano) a oportunidade de justificar. Nada, zero. Simplesmente não responderam”, disse Ribeiro em audiência no Senado.

Além disso, para o ministro o Governo Federal “jogou dinheiro fora”, pois, toda logística para aplicação de provas foi feita, mas um número grande de estudantes não compareceu.

“Peguei 300 milhões de reais quando comprei prova, contratei logística, impressão. Peguei 300 milhões (de reais) do MEC e joguei na lata do lixo”, completou ele.

Como consequência dessa ausência e uma espécie de “punição”, no ENEM 2021 esses estudantes que faltaram e não tinham um documento que justificasse a ausência não receberam a isenção da taxa.

Ausências no ENEM 2020

É importante lembrarmos o contexto em que o exame de 2020 aconteceu, estávamos vivendo um momento com grande número de casos confirmados e de mortes causadas pela Covid-19.

Assim, muitos estudantes optaram por não participar do exame, tanto por estarem nos grupos de risco, quanto por buscarem seguir o isolamento e resguardar a segurança de suas famílias.

Pode até parecer uma escolha fácil, simplesmente “ficar em casa”. Mas não é, pois, esses estudantes sabiam que teriam que aguardar mais um ano inteiro para participarem da próxima edição do exame. O que por pouco não foi novamente frustrado, quando as isenções foram negadas.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA