Lista do que deve ser atualizado no Cadastro Único para receber o Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil tem a previsão de atender cerca de 16 milhões de famílias a partir do mês de novembro, para que esse substitua o programa Bolsa Família. Neste novo programa continua sendo necessário a realização de inscrição ou atualização no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Quais as regras?

Além de atualizar o seu cadastro no CadÚnico, a família deve ter uma  renda mensal de meio salário mínimo por pessoa, ou seja, no valor de R$ 550 atualmente. E renda mensal total de até três salários mínimos , R$ 3,3 mil.

Essa exigência não vale para quem recebe o Bolsa Família, para esses a migração será realizada de forma automática.

Os valores não foram definidos e só devem ser informados no próximo mês. Isso, pois os recursos do programa dependem da aprovação de um fundo que consta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios.

Como verificar seu Cadastro Único?

Para saber se a família está cadastrada ou se é preciso atualizar as informações usando o aplicativo Meu CadÚnico, no qual estará informado se o cadastro está desatualizado ou em processo de averiguação e permite a impressão de comprovantes.

Se os beneficiários não tiver acesso a internet, podem procurar algum Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou um posto de atendimento do CadÚnico. O endereço mais próximo pode ser localizado no site Mapas Estratégicos para Políticas de Cidadania (MOPS).

Lista do que deve ser atualizado no Cadastro Único para entrada no Auxílio Brasil
Lista do que deve ser atualizado no Cadastro Único para entrada no Auxílio Brasil (Imagem: Aqui Tem Osasco)

Como fazer atualização e ter a chance de participar do Auxílio Brasil?

De acordo com o Ministério da Cidadania, a falta de atualização dessas informações pode excluir o beneficiário do CadÚnico após quatro anos. 

Anualmente, o governo federal revisa os dados e chama as famílias com informações desatualizadas para corrigirem a situação.

Sendo que, no momento da inscrição os inscritos se comprometem-se a atualizar os dados a cada dois anos no máximo.

Essa atualização só poderá ser realizada em um CRAS ou em postos de atendimento do CadÚnico ou do Bolsa Família. Incluindo mudança de:

  • endereço;
  • telefone;
  • estado civil;
  • renda mensal;
  • em eventos de nascimento, adoção ou falecimento na família, o cadastro deve ser atualizado o mais rápido possível para evitar problemas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA