Está na fila de espera do Bolsa Família? Saiba como garantir sua vaga

O programa Bolsa Família possui uma lista de espera de 1.186.755 de pessoas dentro dos critérios. Atualmente, o benefício é repassado para 14,6 milhões de famílias em situação de pobreza e pobreza extrema.

Está na fila de espera do Bolsa Família? Saiba como garantir sua vaga
Está na fila de espera do Bolsa Família? Saiba como garantir sua vaga (Imagem: Exame)

A fila de espera do Bolsa Família é gigantesca, porém o programa não possui recursos suficientes para arcar com todos os necessitados. Diante disso, as famílias que aguardam a espera devem ficar atentos a algumas recomendações.

O Bolsa Família foi criado em 2003 pelo ex-presidente Lula (PT), com o intuito de acabar com a fome e oferecer a segurança alimentar, educacional e de saúde as famílias vulneráveis. Para ser contemplado é necessário atender a alguns requisitos:

  • Ter renda per capita mensal de até R$ 89,00; ou
  • Ter renda per capita de até R$ 178,00 (famílias que tenham em sua composição gestante, nutrizes, crianças e adolescentes até 17 anos);
  • Estar inscrito no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico);
  • Estar com os dados no CadÚnico atualizados há, pelo menos, dois anos.

Porém, mesmo estando dentro desses requisitos, há 1.186.755 em situação de vulnerabilidade social que aguarda ser beneficiado.

Diante disso, a recomendação do Ministério da Cidadania é que esses mantenham os dados no CadÚnico atualizados há, pelo menos, dois anos.

Novos beneficiários são incluídos, conforme outros vão sendo retirados por não atenderem mais os requisitos. É importante saber que, além dos requisitos os contemplados precisam cumprir as exigências do programa para permanecer recebendo:

  • Crianças e adolescentes com idade escolar (entre 6 e 15 anos) devem ter, no mínimo, 85% de presença nas aulas;
  • Os jovens entre 16 e 17 anos, a frequência mínima exigida é de 75%;
  • Crianças menores de 7 anos precisam estar com as vacinas em dia e devem comparecer ao posto de saúde para realizar o monitoramento e o acompanhamento do crescimento;
  • Gestantes devem comparecer às consultas de pré-natal e participar de atividades educativas ofertadas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável;
  • Acompanhamento de saúde das mulheres que possuem 14 a 44 anos de idade.

A média de pagamento do Bolsa Família é hoje de R$ 192. Porém, cada família recebe um valor distinto, conforme a composição familiar. Cada família pode acumular até cinco pagamentos, com exceção do Benefício Variável Jovem que só permiti acumular dois por casa:

  • Benefício para crianças e adolescentes de 0 a 15 anos: R$ 41;
  • Benefício para gestantes (duração de nove meses): R$ 41;
  • Benefício para nutrizes (crianças entre 0 a 6 anos): R$ 41;
  • Benefício variável jovem (adolescentes entre 16 e 17 anos): R$ 48;
  • Benefício de superação a pobreza: valor variável.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 2

Está na fila de espera do Bolsa Família? Saiba como garantir sua vaga

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA