Inflação tem maior valor desde 2000; na prática como isso afeta seu bolso?

Pontos-chave
  • A inflação acumulada deste ano aumentou 5,67%;
  • O principal fator para o resultado recente foi o aumento no preço da gasolina;
  • A inflação causa a perda de valor do dinheiro.

Em agosto, a inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo IPCA) ficou em 0,87%. Com isso, a inflação tem maior valor desde 2000 para um mês de agosto. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (9).

Inflação tem maior valor desde 2000; na prática como isso afeta seu bolso?
Inflação tem maior valor desde 2000; na prática como isso afeta seu bolso? (Imagem: Anna Shvetz/Pexels)

Diante deste resultado mensal, a inflação oficial do Brasil ficou acima do projetado pelos analistas no boletim Focus, do Banco Central. A última mediana previa uma elevação de 0,67% em agosto.

Nos últimos 12 meses, o índice acumula um aumento de 9,68%. Neste ano, o IPCA acumula crescimento de 5,67%. Assim, a inflação fica acima da meta definida para este ano, de 3,75% — com tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos.

Inflação tem maior valor desde 2000 para o mês diante da alta da gasolina

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito tiveram alta. O que teve a maior alta de preços foi o de transportes. Puxado pelos combustíveis, este item teve a maior variação no índice geral, de 1,46%.

A gasolina apresentou alta de 2,80%. No mês de agosto, outros combustíveis também tiveram elevação: etanol (4,50%), gás veicular (2,06%) e óleo diesel (1,79%). Outros destaques foram os veículos próprios, que subiram 1,16% em agosto.

A segunda maior contribuição fara o resultado mensal foi o grupo de alimentação e bebidas — que elevaram em 1,39%. A alimentação no domicílio passou de 0,78% para 1,63% em agosto. Já a alimentação fora do domicílio teve alta de 0,76%.

O IPCA engloba as famílias brasileiras com rendimentos de 1 a 40 salários mínimos, em dez regiões metropolitanas e 16 capitais brasileiras. Este índice tem sido utilizado pelo governo para apontar a inflação geral do Brasil.

O que é a inflação?

A inflação é a palavra utilizada para explicar o aumento dos preços de bens e serviços. Ela mostra o poder de compra da moeda. A inflação é medida pelos índices de preços. No Brasil, o IPCA é o índice usado no sistema de metas para a inflação.

A inflação aponta a alta dos valores de um conjunto de categorias de bens e serviços importantes. Esta “cesta de produtos” engloba as despesas de diversas áreas, como transporte, alimentação, educação, moradia, vestuário, entre outros.

No caso do mês de agosto, por exemplo, a inflação de 0,87% representa a elevação média de todas as categorias analisadas. Sendo assim, alguns itens possuem aumento nos preços maiores do que outros.

A inflação impacta diversas áreas do cotidiano da população
A inflação impacta diversas áreas do cotidiano da população (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Fatores que causam a inflação

O princípio básico que faz a inflação variar é a lei de oferta e demanda. Quando muitas pessoas possuem interesse em comprar determinado produto — e há dificuldade para a aquisição —, o preço aumenta.

Por outro lado, quando existe o interesse em comprar algo oferecido em abundância, há diminuição no preço.

Segundo economistas apurados pelo UOL, o índice deste ano tem sido impactado pela pandemia, falta de matérias-primas e o dólar.

Outra razão que resulta na inflação é a falta de concorrência entre empresas — que provoca um monopólio por companhias. Além disso, a alta nos preços é causada pela elevação dos custos de produtos, como o aumento de impostos, salários mais altos e excesso de dívidas.

Como a inflação afeta o seu bolso?

De forma direta, a inflação causa a perda de valor do dinheiro, já que ela não acompanha a elevação nos preços. Para quem não tem a renda aumentada proporcionalmente, a inflação se torna um problema.

No cenário de uma inflação muito alta, também há distorção nos preços. Com isso, a população fica com dificuldade para acompanhar o que está caro ou barato.

Vale destacar que a taxa Selic — que pode ser utilizada para regular a inflação — impacta diretamente outros pontos da economia, como o custo de empréstimos e rendimento de investimentos, por exemplo.

Quando o governo aumenta a Selic para conter a inflação, os empréstimos, em geral, tendem a ficar mais caros. Por outro lado, os investimentos em renda fixa, poupança e títulos públicos passam a render mais.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 9

Inflação tem maior valor desde 2000; na prática como isso afeta seu bolso?

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA