Fim do auxílio emergencial ameaça renda dos vulneráveis? Encerramento em breve

População de baixa renda pode ficar descoberta com o fim do auxílio emergencial. A partir deste mês, o governo federal passará a conceder a penúltima parcela do projeto. Atualmente, mais de 30 milhões de brasileiros estão sendo contemplados. Porém, com seu encerramento previsto para outubro, esse grupo deverá recorrer a outros benefícios sociais.

Fim do auxílio emergencial ameaça renda dos vulneráveis? Encerramento em breve (Imagem: FDR)
Fim do auxílio emergencial ameaça renda dos vulneráveis? Encerramento em breve (Imagem: FDR)

Manter o pagamento do auxílio emergencial se tornou inviável para o governo federal. Mesmo sob as afirmações do presidente Jair Bolsonaro, de que pode renovar o projeto em 2022, a equipe do Ministério da Economia já deixou claro não ter condições de sustentar a decisão.

Com isso, espera-se que milhares de brasileiros, atualmente contemplados com as mensalidades entre R$ 150 e R$ 375, fiquem sem acesso a renda mínima. Mesmo com a implementação do Auxílio Brasil, nem todos poderão ser contemplados.

Como migrar do auxílio emergencial para o auxílio Brasil?

De acordo com o governo federal, parte dos segurados do atual projeto entrarão na folha orçamentária do novo Bolsa Família. No entanto, ainda não foram divulgados os critérios de seleção e período de candidatura.

Até o momento, só se sabe que para ter acesso ao valor mensal de R$ 300, prometido pelo presidente, é preciso estar registrado no Cadastro Único. Desse modo, uma vez em que presença na base de dados pública também é obrigatória no auxílio, subentende-se que todos os atuais beneficiários deveriam ser contemplados.

A previsão é de que as regras de migração sejam explicitadas pelo Ministério da Cidadania apenas em outubro. Segundo fontes internas, não haverá período de cadastramento, sendo o próprio governo responsável pela triagem e seleção dos cidadãos.

Enquanto tais questões não são resolvidas, a população segue aguardando a liberação da sexta e da sétima parcela do auxílio.

Calendário de depósitos das próximas rodadas do auxílio emergencial

Sexta parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento (depósito em conta) para público geral

  • Nascidos em janeiro – 21 de setembro
  • Nascidos em fevereiro – 22 de setembro
  • Nascidos em março – 23 de setembro
  • Nascidos em abril – 24 de setembro
  • Nascidos em maio – 25 de setembro
  • Nascidos em junho – 26 de setembro
  • Nascidos em julho – 28 de setembro
  • Nascidos em agosto – 29 de setembro
  • Nascidos em setembro – 30 de setembro
  • Nascidos em outubro – 1º de outubro
  • Nascidos em novembro – 2 de outubro
  • Nascidos em dezembro – 3 de outubro

Sétima parcela do auxílio emergencial 2021: calendário de pagamento (depósito em conta) para público geral 

  • Nascidos em janeiro – 20 de outubro
  • Nascidos em fevereiro -21 de outubro
  • Nascidos em março – 22 de outubro
  • Nascidos em abril – 23 de outubro
  • Nascidos em maio – 23 de outubro
  • Nascidos em junho – 26 de outubro
  • Nascidos em julho – 27 de outubro
  • Nascidos em agosto – 28 de outubro
  • Nascidos em setembro – 29 de outubro
  • Nascidos em outubro – 30 de outubro
  • Nascidos em novembro – 30 de outubro
  • Nascidos em dezembro – 31 de outubro

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.3
Total de Votos: 3

Fim do auxílio emergencial ameaça renda dos vulneráveis? Encerramento em breve

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA