99 Táxi cria auxílios aos motoristas após altas seguidas no valor da gasolina

Devido a alta no preço da gasolina, a 99, criou novas medidas como forma de ajudar os motoristas da plataforma a gastar menos. Já a concorrente direta da 99, o Uber, disse que valor do combustível “foge do controle” da empresa, porém que já oferece suporte para atenuar os gastos dos motoristas.

99 Táxi cria auxílios aos motoristas após altas seguidas no valor da gasolina
99 Táxi cria auxílios aos motoristas após altas seguidas no valor da gasolina (Imagem: Divulgação/99)

 A 99 que é comandada pelo grupo chinês Didi, vai zerar a taxa de intermediação que é cobrada dos motoristas em algumas viagens. A empresa atualmente fica com uma parte do valor de cada corrida. Sendo assim, os motoristas agora ficam com o valor integral da viagem.

Esta medida funcionará em dias e horários específicos nos próximos meses e é válida para todas as categorias, menos táxis.

A empresa disse que na cidade de São Paulo já ocorre o teste desta medida desde o mês passado e que outras cidades receberão a novidade ao longo dos próximos meses. Todos os parceiros receberão um aviso com antecedência para saber sobre os períodos em que a taxa de intermediação estará suspensa.

A 99 anunciou ainda a corrida turbinada, em que cada motorista adquire um pacote de bônus que será aplicado à dinâmica de preço da corrida, por um tempo determinado. A empresa garantiu que nada será repassado para os passageiros e disse que fará o subsídio.

“O aumento da gasolina impacta todos os setores, mas o de transporte sente os efeitos primeiro. Nosso compromisso com a sociedade é de continuar garantindo a geração de renda aos nossos motoristas parceiros, mas também seguir promovendo o acesso à mobilidade por parte das pessoas que precisam do serviço”, disse a diretora de operações da 99, Livia Pozzi em nota.

Este movimento da 99 e da Uber vem na esteira das dificuldades que os motoristas estão enfrentando para conseguir trabalhar. A alta nos preços da gasolina diminui bastante o lucro dos profissionais.

A falta de passageiros ainda é um problema enfrentado, uma vez que a demanda ainda não está igual ao período pré-pandemia.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.