Crédito rural: Bancos que oferecem empréstimo para área agrícola

Pontos-chave
  • Plano Safra 2021/22 foi separado em quatro segmentos;
  • 12 instituições, entre elas, o BB, Caixa e Sicoob ES, irão operar os recursos equalizáveis;
  • Os créditos disponibilizados através do Plano Safra, podem ser contratados até o fim do mês de junho de 2022.

Como forma de financiar a próxima safra, que ao que tudo indica será a maior da história do Brasil, o governo federal liberou cerca R$251 bilhões para crédito rural. O Plano Safra 2021/22 foi separado em quatro segmentos, sendo que do total disponibilizado, R$177,78 bilhões foram destinados ao custeio, industrialização e comercialização e os outros R$73,4 bilhões, para investimentos.

Crédito rural: Bancos que oferecem empréstimo para área agrícola
Crédito rural: Bancos que oferecem empréstimo para área agrícola (Imagem Governo federal)

No Plano Safra atual, 12 instituições irão operar os recursos equalizáveis. Entre elas estão a Caixa Econômica, o Sicoob ES e o Banco Do Brasil.

O BB irá disponibilizar R$135 bilhões para os produtores de todo o Brasil. Já a Caixa oferecerá R$35 bilhões em crédito.

O Sicoob ES irá disponibilizar R$550 milhões divididos em mais de 5 mil operações de crédito rural na safra para produtores do estado. O BB por sua vez, irá oferecer R$1,87 bilhão para produtores do estado, um montante 20% mais alto do que na safra passada.

Os créditos disponibilizados através do Plano Safra, podem ser contratados até o fim do mês de junho do ano que vem. Serão beneficiados as agroindústrias e cooperativas, agricultores familiares e pequenos e médios produtores rurais.

Os recursos serão empregados no custeio de gastos do ciclo de atividades e culturas como café, milho, soja, trigo, cana-de-açúcar, arroz, gado piscicultura e fruticultura, e ainda para a compra de máquinas e equipamentos de irrigação.

O valor do financiamento também pode ser empregado em investimentos de modernização da produção e dos serviços. 

Os juros passaram por um reajuste de 10% em média para os pequenos e médios produtores, em comparação com o último período.

Para o Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), os juros saltaram de 2,75% ao ano para 3%, para a produção de alimentos; e de 4% ao ano para 4,5% para os demais produtos.

Já o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural conta com 5,5% ao ano para custeio e 6,5% para investimento. Os grandes produtores podem conseguir créditos com juros de 7,5% para custeio e 8,5% para compra de máquinas. Já os financiamentos através de cooperativas para investimento, crédito industrial e capital de giro ficam em 8% ao ano.

Como utilizar os recursos 

Os valores podem ser empregados no custeio de gastos do ciclo de atividades e culturas como café, soja, milho, trigo, cana-de-açúcar, arroz, gado, fruticultura e piscicultura, e ainda para a compra de máquinas e equipamentos para irrigação.

O montante pode ser utilizado ainda em investimentos ou modernização da produção e dos serviços agropecuários.

Os recursos vão beneficiar as agroindústrias e cooperativas, agricultores familiares e pequenos e médios produtores rurais.

Plano Safra (Imagem Sicoob)

Crédito Rural 

O crédito rural vem auxiliando no desenvolvimento de propriedades em todo o Brasil. Por conta da importância do setor no país, o mercado financeiro oferta certos tipos de crédito e juros mais baixos para produtores que necessitam manter suas atividades no empreendimento.

Este tipo de crédito possibilita investimentos financeiros, que vão desde a compra de insumos, até a de equipamentos e maquinário para as atividades agrícolas.

Como são recursos oferecidos por órgãos públicos e estabelecimentos de créditos particulares, eles são determinados todos os anos pelo Plano agrícola e Pecuário ou plano de safra como ficou conhecido.

Sendo assim, ficam estabelecidos os incentivos que serão oferecidos no ano e para onde os recursos serão direcionados.

O crédito rural é destinado aos produtores e também para as cooperativas agrícolas, já que, engloba vários de empréstimos e financiamentos que são ofertados de acordo com a necessidade de cada solicitante.

Desta forma, as pessoas físicas ou jurídicas que estejam incluídas em atividades rurais podem pedir o crédito, além de associações de produtores e cooperativas.

Como solicitar o crédito rural

Para solicitar o crédito rural é necessário passar por uma classificação feita com base nos dados do produto rural.

Este procedimento irá definir qual tipo de recurso ou crédito poderá ser concedido. É importante destacar que isso também influencia nas taxas que serão aplicadas à operação.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 6

Crédito rural: Bancos que oferecem empréstimo para área agrícola

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA