Comércio pode comemorar novas flexibilizações com avanço na vacinação?

Pontos-chave
  • Comerciantes se apoiam no avanço da vacinação para normalidade no mercado;
  • Média de mortes por Covid-19 no Brasil aumentou nos últimos dias;
  • Mais de 50% da população brasileira já recebeu a primeira dose da vacina.

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 no Brasil, os cidadãos brasileiros estão voltando gradativamente à rotina pré-pandemia. Em virtude da quantidade de brasileiros imunizados parcial ou totalmente, alguns estados e municípios decidiram flexibilizar as medidas de restrição no comércio

Comércio pode comemorar novas flexibilizações com avanço na vacinação?
Comércio pode comemorar novas flexibilizações com avanço na vacinação? (Imagem: Prefeitura de Jundiaí)

Um outro fator que contribuiu para a flexibilização do comércio nas últimas semanas foi o Dia dos Pais, comemorado no último domingo, 8.

Apesar de a data não ter um grande fluxo como acontece no Dia das Mães ou Natal, é um momento em que o consumo costuma ter um leve aumento, o que tem sido essencial diante da crise econômica que o país vem enfrentando. 

Observe como anda a flexibilização no comércio das principais capitais brasileiras. 

São Paulo (SP)

Nesta quinta-feira, 12, seis cidades do ABC Paulista optaram por não aderir às flexibilizações no comércio local, conforme determinado pelo Governo de São Paulo (SP).

No mês passado, o governador de São Paulo, João Doria, decidiu ampliar o horário de funcionamento do comércio até a meia-noite, bem como a taxa de ocupação dos estabelecimentos em até 100%.

A decisão do ABC Paulista foi tomada considerando o novo agravo no cenário da pandemia em virtude da variante Delta que já chegou aos municípios de Mauá, Santo André, Diadema, São Bernardo do Campo, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. O comércio nestas cidades atua com a capacidade de 80% das 06h à 00h. 

De acordo com o Consórcio Intermunicipal Grande ABC, ressaltou que “o objetivo das prefeituras do Grande ABC é conter o avanço da variante delta do novo coronavírus em todo o estado de São Paulo e aguardar a aplicação da cobertura vacinal”.

O recuo de algumas administrações quanto às flexibilizações do comércio liberadas pelo governo estadual está relacionada à promessa do Governo de SP em imunizar toda a população adulta com mais de 18 anos com a primeira dose da vacina até os próximos dias. Portanto, entende-se que se esta meta realmente for cumprida, existe a possibilidade de as restrições serem amenizadas.

Belo Horizonte (MG)

A Prefeitura de Belo Horizonte decidiu flexibilizar as restrições do comércio local. As atividades mais afetadas e que poderão se estabilizar são aquelas que atuam no setor de eventos. 

Diante das flexibilizações, o comércio varejista fica autorizado a funcionar entre 09h e 12h e o atacadista, das 05h às 17h. Estabelecimentos estéticos e atividades executadas no modelo drive-in não possuem restrições de funcionamento.

Já os centros comerciais e galerias de lojas podem ficar abertas das 09h às 20h, enquanto o horário de funcionamento dos shoppings é das 10h às 21h. Os estabelecimentos do setor alimentício possuem algumas particularidades, por exemplo:

  • Funcionamento diário: das 11h às 22h;
  • Retirada de pedidos: até às 21h;
  • Entregas à domicílio: não há restrições.

Rio de Janeiro (RJ)

A retomada do comércio carioca está ameaçada pela suspensão temporária do calendário de vacinação em virtude da falta de doses dos imunizantes.

Tanto a Federação do Comércio (Fecomércio-RJ) quanto a Associação Comercial do Rio de Janeiro estão preocupadas com a situação e pedem que o Ministério da Saúde cumpra o cronograma de entrega das vacinas para não agravar ainda mais a situação.

As entidades ainda lembram que o comércio de bens, serviços e turismo foram as áreas mais afetadas pela pandemia da Covid-19. Neste sentido, no final do mês de julho, a Prefeitura do Rio de Janeiro lançou a campanha “Rio de Novo, um ano de reencontros”. 

A ação tem o objetivo de estimular o avanço do calendário de vacinação para que as medidas de restrição possam ser flexibilizadas, liberando o pleno funcionamento do comércio e outros estabelecimentos a partir do dia 2 de setembro.

Os estádios voltarão a receber o público com 50% da taxa de ocupação, desde que essas pessoas já tenham tomado as duas doses da vacina. 

Comércio pode comemorar novas flexibilizações com avanço na vacinação?
Comércio pode comemorar novas flexibilizações com avanço na vacinação? (Imagem: G1)

Registros de Covid-19 no Brasil

Na última quinta-feira, 12, o Brasil registrou 975 mortes causadas pela Covid-19 em 24 horas. Ao todo, já são 566.988 óbitos desde o início da pandemia no país, em meados de março de 2020. 

Para se ter uma ideia da amplitude da situação, a média móvel de mortes chegou a 884 na última semana. Em comparação a semanas anteriores, a média apresenta uma tendência para se estabilizar. 

Somente nas últimas horas, o Brasil ainda registrou 35.571 casos confirmados para Covid-19. No que compete aos óbitos, três estados se destacam com mais de cem mortes nos últimos dias, são: São Paulo com 294, Rio de Janeiro com 175 e Minas Gerais com 112.

Vacinação contra a Covid-19

Dados obtidos pelo consórcio de veículos de imprensa apontam que mais de 160 milhões de doses já foram aplicadas nos brasileiros desde janeiro. A soma de ambas as doses resultou em 160.315.979 vacinas aplicadas. 

Até o momento, 112.046.147 brasileiros já tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o equivalente a 52,91%. Enquanto isso, 48.269.832 cidadãos já estão com o esquema vacinal concluído, ou seja, 22,80% da população.

https://www.youtube.com/watch?v=CuToehv1dIk&t=1s&ab_channel=FDR-Finan%C3%A7as%2CDireitos%2CRenda

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Comércio pode comemorar novas flexibilizações com avanço na vacinação?

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA