CAIXA promete crescimento nos serviços e crédito no agronegócio

No final de julho, a Caixa Econômica Federal anunciou a ampliação do plano de expansão do banco, com 100 unidades especializadas no atendimento a clientes do agronegócio. A Caixa inaugurará unidades para o crédito rural em todos os estados do Brasil.

Caixa promete crescimento nos serviços e crédito no agronegócio
Caixa promete crescimento nos serviços e crédito no agronegócio (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Essa ampliação, presente no plano “Caixa Mais Presente”, auxiliará o banco a consolidar a estratégia de aumentar a participação no agronegócio.

O foco do banco tem sido a agricultura familiar e os pequenos e médios produtores rurais — com destaque para o financiamento de projetos de irrigação, aquisição de máquinas e equipamentos, construção de silos e armazéns e implantação de agricultura de baixo carbono (ABC).

As novas unidades para crédito rural contarão com gerentes especializados neste serviço. A atuação será dedicada aos produtores rurais.

A primeira das 100 unidades direcionadas ao agronegócio foi inaugurada no início de julho, em Dourado (MS). Atualmente, a Caixa possui mais de 1,7 mil agências habilitadas a atuar com o crédito rural em todo o Brasil.

No começo deste ano, a Caixa já havia anunciado a ampliação do número de agências-caminhão — a Carreta Agro Caixa. A quantidade passou de 8 para 12 unidades. Esses caminhões realizam visitas estratégicas em eventos do setor, como exposições e feiras.

As unidades móveis percorrerão mais de 20 cidades de 13 estados. Este serviço contará com atendimentos especializados ao produtor, reuniões técnicas, assessoramento e assinaturas de contratos.

Caixa passa a atuar pela primeira vez no Plano Safra

No fim de junho deste ano, o banco anunciou a disponibilização de R$ 35 bilhões para o ano safra 2021/2022. Deste total, R$ 7 bilhões serão em recursos equalizados pelo governo federal.

Outros R$ 28 bilhões serão em recursos Caixa, de forma a proporcionar um crédito mais barato ao produtor, além de maior rentabilidade à produção.

Os valores são para custeio de despesas do ciclo de atividades e culturas, como café, milho, soja, trigo, arroz, cana-de-açúcar, fruticultura, psicultura, gado.

Também haverá destinação para linhas de investimento para construção de armazéns e silos, compras de equipamentos e máquinas, e implantação de projetos de irrigação e de agricultura de baixo carbono.

O crédito pode viabilizar a comercialização, beneficiamento e industrialização de produtos agropecuários. Ainda há a possibilidade de investimento para implantação, ampliação, ou modernização da infraestrutura de produção e serviços agropecuários.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 3

CAIXA promete crescimento nos serviços e crédito no agronegócio

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA