Prefeitura de SP confirma volta as aulas em agosto; ocupação de 60% nas creches

Volta às aulas em são Paulo vai acontecer para 100% dos estudantes, de acordo com o plano elaborado pelo governo estadual, exceto para as creches. No entanto, o retorno continuará a ser facultativo e as medidas deverão ser seguidas.

Prefeitura de SP confirma volta as aulas em agosto; ocupação de 60% nas creches
Prefeitura de SP confirma volta as aulas em agosto; ocupação de 60% nas creches (Imagem: Veja São Paulo/Pixabay)

São Paulo ampliará o atendimento nas escolas a partir do próximo dia 2 de agosto. Na data as unidades escolares poderão receber 100% dos estudantes, em esquema de rodízio, desde que os protocolos de segurança continuem a ser obedecidos.

“Estamos fazendo duas ações importantes: de combate à evasão e de recuperação das aprendizagens no contraturno. (…) A pandemia prejudicou muito a aprendizagem e o objetivo das medidas é recuperar o tempo perdido e também fazer uma busca ativa para combater a evasão”, pontuou o Secretário Municipal da Educação, Fernando Padula.

Volta às aulas em São Paulo

Para o Secretário Municipal da Educação, o rodízio é necessário. Uma vez que o distanciamento social continuará a ser exigido nos espaços escolares.

Lembrando que a metragem já foi reduzida para 1 metro de distância entre as pessoas dentro das escolas.

Nos Centro de Educação Infantil (CEI) os bebês serão atendidos respeitando a capacidade máxima de 60% dos locais. Esse atendimento vai acontecer sem o revezamento.

Nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEI) o atendimento será total. Mas com o revezamento acontecendo, para a garantia da limpeza e desinfecção o horário de atendimento aos estudantes será reduzido em meia hora.

Já nas Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) também acontecerá o revezamento para ofertar as aulas a 100% dos estudantes.

Tanto nas EMEI quanto nas EMEF a organização das aulas é de responsabilidade dos diretores e educadores, além disso, nessas instituições as salas deverão ser divididas em duas turmas.

“Cada escola fará sua organização, de acordo com o número de alunos e o tamanho e metragem dessa escola. Vale lembrar que os alunos com alguma comorbidade devem ficar em casa. E continua valendo a lei municipal dizendo que a ida presencial do aluno à escola é uma decisão deles”, afirmou o Secretário Municipal da Educação, Fernando Padula.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.