Fim das inscrições no Enem 2021 e saque do auxílio emergencial vão marcar esta semana

Pontos-chave
  • A terceira parcela do auxílio emergencial está sendo sacado, e continua nessa semana;
  • O ENEM encerra as inscrições no dia 14 de julho;
  • A taxa de inscrição no exame é de R$85.

Nesta semana teremos como destaque o saque da 3ª parcela do auxílio emergencial, e o fim das inscrições do Enem de 2021. Saiba aqui tudo sobre os assuntos que serão mais importantes.

Fim das inscrições no Enem 2021 e saque do auxílio emergencial vão marcar esta semana
Fim das inscrições no Enem 2021 e saque do auxílio emergencial vão marcar esta semana (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Auxílio emergencial

O calendário de saque da terceira parcela do auxílio emergencial já está acontecendo. Válido para o público geral, trabalhadores informais e os inscritos do CadÚnico (Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal).

O direito ao saque da parcela para o público geral foi disponibilizado a partir do dia primeiro de julho.

Calendário 3ª parcela do auxílio emergencial

  • Nascidos em janeiro: 1º de julho
  • Nascidos em fevereiro: 2 de julho
  • Nascidos em março: 5 de julho
  • Nascidos em abril: 6 de julho
  • Nascidos em maio: 8 de julho
  • Nascidos em junho: 9 de julho
  • Nascidos em julho: 12 de julho
  • Nascidos em agosto: 13 de julho
  • Nascidos em setembro: 14 de julho
  • Nascidos em outubro: 15 de julho
  • Nascidos em novembro: 16 de julho
  • Nascidos em dezembro: 19 de julho

Percebe-se que nessa semana, podem sacar e transferir a quantia os nascidos entre julho e novembro.

Quem pode receber?

  • ter recebido o auxílio em 2020
  • ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300.00)
  • ter renda familiar por pessoa em até meio salário mínimo (R$ 550.00)
  • ser beneficiário do Bolsa Família e ser trabalhador informal

ENEM

O Ministério da Educação (MEC) abriu as inscrições para a prova de 2021 ainda em junho, no dia 30. E agora, as inscrições terminam dia 14 de julho.

Os estudantes devem realizar a inscrição o quanto antes e não deixar para a última hora.

A taxa de inscrição é de R$ 85 e o pagamento pode ser feito até 19 de julho. Se o estudante não concluir os procedimentos terá sua inscrição cancelada automaticamente e não poderá recuperar a inscrição, porque o tempo limite para realizar a candidatura vai acabar.

Fim das inscrições no Enem 2021 e saque do auxílio emergencial vão marcar esta semana
Fim das inscrições no Enem 2021 e saque do auxílio emergencial vão marcar esta semana (Foto: FDR)

Como se inscrever?

Para realizar a inscrição é necessário o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), endereço, e dados pessoais do estudante.

O primeiro passo é entrar no site do INEP (enem.inep.gov.br). No portal o estudante será guiado por uma assistente virtual para ajudá-lo a preencher as informações. O MEC espera que a inscrição seja rápida e segura.

Vale dizer que após a unificação de portais do governo, o candidato precisa ter um login no Gov.br. Mas, caso não possua, ele pode ser criado no próprio sistema.

 O que precisa levar no dia para realizar a prova?

  • Documento com foto original como RG e CNH. Não pode cópia ou documento sem foto.
  • Caneta esferográfica preta transparente
  • Cartão de confirmação de inscrição
  • Declaração de Comparecimento Enem impressa para assinatura do coordenador local (caso precise do documento).

Dicas para o ENEM

  • Leia atentamente o Edital do ENEM e o conteúdo. É preciso ler com antecedência para se preparar. É obrigatório que o candidato e estudante saiba o que o edital descreve e orienta. Além de toda a lista do conteúdo.
  • Priorize o conteúdo que você tem mais dificuldade. O ideal é que o tempo nela ocupe mais tempo para se desenvolver na prova.
  • O estudante precisa saber otimizar seu tempo e se dedicar melhor aos estudos. Cada candidato deve saber como ele se desenvolve melhor em cada desafio no ENEM. Saiba como administrar seus estudos.
  • Programe os horários certos para estudo e para se concentrar. Não adianta estudar sem parar e sem descanso. Poucas vezes conseguimos guardar informações quando estamos cansados ou com sono.
  • Várias cabeças podem pensar melhor que uma, por isso tente estudar perto de seus colegas para o grupo desenvolver formas para solucionar dúvidas que aparecem nos estudos.
  • Realize simulados assim como acontece em uma prova do ENEM. Treinando em uma simulação, o estudante pode praticar diversas formas para se preparar para o dia da prova.
  • Treine bastante a redação. A importância dela é grande e tem um peso considerável no resultado final. Veja redações de candidatos anteriores que tiveram excelentes notas.
  • Fique atento e atualizado com os assuntos do mundo. É possível que caia em alguma questão da prova ou também na redação. Manter-se informado é também uma forma de estudar e se preparar para a prova.
  • Tenha diversidade nos seus estudos. Atualmente temos acesso fácil a internet e vídeos de colaboradores que ajudam o candidato nas provas. Nas redes sociais temos diversas formas até que divertidas para aprender e não tornar os estudos cansativos, porém com critério, já que temos divulgações e informações erradas.
  • Priorize sempre sua saúde, não adianta nada estudar 20 horas por dia e o estudante não se sentir bem ou ficar debilitado para obter conhecimento e o pior, não estar bem de saúde no dia da prova. O equilíbrio é a melhor forma para evoluir nos estudos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.