Enel anuncia campanha para negociação de conta de luz em atraso

Os clientes inadimplentes da Enel Distribuição São Paulo terão uma chance para regularizar os débitos provenientes da conta de luz em atraso. A concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica em 24 municípios paulistas, fará um grande feirão de negociações. 

Enel anuncia campanha para negociação de conta de luz em atraso
Enel anuncia campanha para negociação de conta de luz em atraso. (Imagem: Exame Invest)

A ação começa no próximo sábado, 26, e permitirá a renegociação e parcelamento de dívidas da conta de luz.

A previsão é para que os feirões continuem acontecendo até o mês de julho, possibilitando a adesão do maior número de paulistas possível. 

O primeiro feirão da Enel que acontece no fim desta semana, fará atendimentos entre o período das 08h às 17h no CEU Feitiço da Vila, situado na Rua Feitiço da Vila, 399, Chácara Santa Maria, na Zona Sul de São Paulo capital.

Até então, o próximo evento está marcado para o dia 3 de julho no CEU Jaguaré, localizado na Avenida Kenkit Simomoto, 80. 

Outra oportunidade será viabilizada no dia 17 de julho no CEU Lajeado, presente na Rua Manuel da Mota Coutinho, 293. Estas são as datas já confirmadas dos primeiros feirões a serem realizados.

No entanto, a Enel afirma que haverão outras oportunidades no decorrer do mês de julho, portanto, os consumidores com conta de luz em atraso devem ficar atentos. 

Vale ressaltar que estando ciente das datas dos primeiros feirões, os consumidores precisaram agendar o horário do atendimento através do site: www.enel.com.br/pt-saopaulo.

Ao acessar a página inicial basta selecionar a opção “Agende seu atendimento presencial”, em seguida, clicar em “Novo agendamento” e por fim, concluir o procedimento clicando em “Fique em dia Enel”.

Ao final do procedimento o cliente da Enel será notificado via SMS pelo número de telefone cadastrado, com a confirmação do agendamento e número da senha que deve ser apresentada no local, na data e horário marcados.

O formato de atendimento visa otimizar os serviços de maneira ágil, além de evitar aglomerações em cada unidade instalada para o evento. 

Na oportunidade, o diretor de mercado da Enel Distribuição São Paulo, André Oswaldo Santos, informou que em cada um dos feirões, os clientes com conta de luz em atraso poderão recorrer a uma série de serviços.

Entre eles está a renegociação e parcelamento de débitos, transferência de titularidade, pedido de religação de energia elétrica, cadastro de baixa renda, além de esclarecer todo tipo de dúvida sobre as tarifas. 

A conta de luz em atraso durante 180 ou mais, contará com um desconto na margem de 40% sobre o valor total. A quantia final com desconto ainda poderá ser parcelada em até seis vezes.

No entanto, esta proposta não pode ser aplicada aos consumidores de baixa renda cadastrados junto à Enel. Neste caso, eles terão direito a apenas dividir o débito em até 12 vezes com juros, independentemente do período de atraso. 

Caso o consumidor integrante de qualquer faixa de renda opte por não recorrer ao desconto de 40%. Ele ainda terá a oportunidade de parcelar a dívida referente à conta de luz atrasada em até dez vezes com entrada.

Vale mencionar que as negociações realizadas durante os feirões permitem a troca de até quatro lâmpadas incandescentes pelo modelo de LED, 80% mais econômico e com vida útil de até 25 mil horas. 

Se por alguma razão os consumidores paulistas não puderem comparecer a um dos feirões promovidos pela Enel, há a possibilidade de negociar o débito da conta de luz através dos seguintes canais digitais:

Ao escolher entre um destes três formatos, há a possibilidade de quitar o débito via cartão de crédito.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.