Prefeitura de Recife anuncia concurso público com 1,3 mil vagas de emprego

A prefeitura de Recife abriu um novo concurso público com mais de 1,3 mil vagas de emprego para profissionais da educação. As oportunidades são para candidatos de níveis médio e superior com salário de R$ 1.225, 07 a R$ 2.221,77.

Prefeitura de Recife anuncia concurso público com 1,3 mil vagas de emprego
Prefeitura de Recife anuncia concurso público com 1,3 mil vagas de emprego (Imagem: Reprodução Andréa Rêgo Barros)

Concurso público

O novo concurso público da Prefeitura de Recife irá contratar mais de 1,3 mil profissionais de níveis médio e superior. Todas às vagas são para professores de creches e do ensino fundamental, nos anos iniciais.

Os aprovados serão distribuídos nas 320 unidades de ensinos localizadas na região de Recife. A confirmação do concurso e das vagas foram confirmadas pelo prefeito João Campos (PSB).

“A gente anuncia aqui a contratação de até 1.300 professoras e professores para atuarem em uma das 320 unidades educacionais da Prefeitura do Recife. Lembrando que dessas 1.300 vagas, 1.100 vão ser dedicadas para ocupação das creches e do ensino fundamental nos anos iniciais e outras 200 para ensino fundamental anos finais”, explicou o prefeito.

Conforme divulgou à prefeitura, “o edital da seleção simplificada será publicado nos próximos dias”. A data do concurso público não foi divulgada.

Vagas disponíveis

Serão convocados mais de 1,3 mil profissionais da educação para ocupar os seguintes cargos:

  •  1.100 vagas serão destinadas a professores de creches e do ensino fundamental, nos anos iniciais;
  • 200 vagas vão para docentes do ensino fundamental, nos anos finais.

Para ambas às categorias os docentes deverão cumprir carga horária mensal de 145 a 200 horas.

Último concurso

O último concurso do Prefeitura de Recife voltados para profissionais da educação aconteceu em 2015. O certame responsável foi à Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Foram abertas 500 vagas efetivas, sendo 50 reservadas para candidatos com deficiência, todas para o cargo de agente de apoio ao desenvolvimento escolar especial.

Os candidatos precisavam ter ensino médio completo. A remuneração mensal era de R$1.193,37 com carga horária de 40 horais semanais.

O processo seletivo foi dividido em duas etapas: prova objetiva e prova discursiva, ambas às etapas de caráter eliminatório e classificatório.

À primeira etapa, prova objetiva, os candidatos deveriam responder algumas questões dos seguintes temas:

  •  Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico-Matemático;
  • Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB);
  • Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA);
  • Legislação Específica;
  • Noções de Primeiros Socorros.

Já na prova discursiva, era necessário realizar uma redação de  gênero dissertativo-argumentativo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Mariana Castro
Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes - SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a sessão de carreiras do FDR, produzindo pautas sobre educação e emprego.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA