Queiroga sugere volta às aulas mesmo sem 2ª dose da vacina em professores

Em audiência da Comissão da Covid-19 no Senado na manhã da última segunda-feira (21), o Ministro da Saúde, falou sobre a nova remessa de doses que o Brasil irá receber. E também sobre a volta às aulas no país.

Queiroga sugere volta às aulas mesmo sem 2ª dose da vacina em professores
Queiroga sugere volta às aulas mesmo sem 2ª dose da vacina em professores (Imagem/Reprodução: Sinproeste)

Na manhã de ontem (22), durante sua fala na Comissão da Covid-19, o Ministro da Saúde fez algumas declarações importantes quanto a vacinação no Brasil.

Volta às aulas presenciais e vacinação

Durante sua participação na Comissão, Queiroga afirmou que os profissionais da educação não precisariam das duas doses para retornar às salas de aula.

“No meu entendimento, não é fundamental que todos os professores estejam imunizados com duas doses para o retorno das aulas. Com a estratégia adequada de testagem, podemos compatibilizar o retorno das aulas com a identificação dos casos positivos, e a partir daí ter já no segundo semestre o retorno de aulas”, afirmou o ministro.

Para Diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da Fundação Getulio Vargas (FGV), Cláudia Costin, ouvida pela CNN, é necessário priorizar a vacinação dos professores antes de se pensar em retornar para as atividades presenciais.

No entanto, algumas outras medidas também devem ser tomadas, afirma Costin e diversos outros especialistas. Para eles é necessário garantir a saúde de professores, alunos e também dos familiares.

“Quem tem que definir o momento correto de retomar cada atividade são as autoridades sanitárias. Se eles consideram que estamos pronto para um retorno seguro, é importante deixar as escolas preparadas”, avaliou a especialista.

Brasil recebe nova remessa de doses da vacina

Nessa quarta-feira o Brasil vai receber uma remessa de doses da vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson. Inicialmente foi noticiado, pelo próprio governo, que esse lote conteria 38 milhões de doses da vacina.

No entanto, Queiroga afirmou que nesse momento o país receberá apenas 1,5 milhões de doses da vacina. A grande diferença da vacina dessa farmacêutica é o fato dela ser em dose única, o que poderia acelerar a imunização no Brasil.

“Pelo ritmo que nossa campanha vem adquirindo nas últimas semanas, no último mês, já é possível antever que toda a população brasileira acima de 18 anos pode ser imunizada com uma dose da vacina até o mês de setembro”, afirmou Marcelo Queiroga.

Acompanhe a editoria de carreiras do FDR  e fique bem informado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA