CAIXA cria condições exclusivas para financiamento imobiliário DESTE público

O governo de Jair Bolsonaro prometeu lançar um programa para a compra da casa própria, por meio da Caixa, com condições especiais para policiais e bombeiros. Porém, os bancos públicos e privados, já oferecem regras mais vantajosas a servidores públicos em geral. 

publicidade
CAIXA cria condições exclusivas para financiamento imobiliário DESTE público
CAIXA cria condições exclusivas para financiamento imobiliário DESTE público (Imagem: Maria Ziegler/Unsplash)

Com isso, esse gesto aos profissionais de segurança é uma forma de ganhar apoio dos servidores em outros estados.

A ideia é atender 629 mil profissionais da área de segurança em todo o país, considerando policiais militares, civis, bombeiros, polícia técnico científica e policiais penais. Além disso, pensionistas também poderão ser beneficiados.

publicidade

Apenas na primeira fase serão desembolsados cerca de R$100 milhões em recursos.

O novo programa foi batizado de Habite Seguro, idealizado pelo ex-ministro da Justiça, André Mendonça, que atualmente está no comando da AGU (Advocacia-Geral da União).

O sistema vai oferecer o subsídio, ou seja, desconto a fundo perdido, que não precisa ser devolvido no valor de R$ 13 mil para pagar entrada no financiamento e despesas com cartório.

Deste total, R$10 mil poderiam ser utilizados na entrada e os R$3 mil restantes, para custas cartoriais. O preço restante do imóvel pode ser totalmente financiado pela Caixa.

Os recursos para o programa seriam provenientes do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), vinculado ao Ministério da Justiça, que terá R$1,4 bilhão no Orçamento em 2021. Uma medida provisória deve estabelecer a nova política habitacional. 

Alguns estados já possuem programas parecidos que tem como alvo às forças do governo. No Pará, por exemplo, em 2019, foram lançados conjuntos habitacionais para policiais da corporação.

publicidade

Juros do financiamento imobiliário 

Essa nova linha de crédito será operada pela Caixa Econômica Federal (CEF), apesar de não oferecer nenhuma linha de financiamento habitacional específica para categorias. Atualmente o banco apresenta condições e taxas de juros especiais para todos os servidores públicos.

Para este grupo, os juros são de até 1,75 ponto percentual mais baixos do que para trabalhadores da iniciativa privada ou autônomos. No caso da linha de crédito que usa juros pré-fixados + a Taxa Referencial (TR), as taxas são de 6,25% para funcionários públicos.

Aqueles que trabalham na iniciativa privada e não tem relacionamento com o banco os juros chegam a 8%.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.