BC define valor da taxa Selic nesta quarta-feira (16); o que pode mudar?

Nesta quarta, 16, o Copom (Comitê de Política Monetária) irá definir a nova taxa básica de juros, Selic. A expectativa quase unânime é de que a taxa será elevada em 0,75% ponto percentual, como a última reunião tinha sinalizado. Saiba mais.

BC define valor da taxa Selic nesta quarta-feira (16); o que pode mudar?
BC define valor da taxa Selic nesta quarta-feira (16); o que pode mudar? (Imagem: Mediamodifier/Pixabay)

De acordo com a economista chefe do Banco Inter, Rafaela Vitória, a novidade deve vir a partir do comunicado que acompanha a decisão, para qual ela aguarda um maior compromisso em relação ao alcance da meta da inflação do próximo ano.

“O Copom precisa atuar para controlar as expectativas de inflação”, diz Rafaela.

Mesmo enxergando uma atuação mais forte por parte do Copom, Rafaela diz que não existe espaço para grandes crescimentos nos juros até o fim de 2021. Diante da previsão inferior à mediana do mercado, a economista espera que a Selic feche o ano entre 5,5% e 6% ao ano.

“É possível controlar a inflação com uma taxa de juro menor do que a esperada pelo mercado”, disse. De acordo com o último boletim Focus, a projeção para a Selic ao fim do ano era de 6,25%, porém uma parcela dos investidores já enxerga uma taxa ainda maior.

Segundo a avaliação de Rafaela, o país atravessa uma inflação transitória, ocasionada em especial por desequilíbrios de oferta.

“Não se liga e desliga a economia tão rapidamente, isso leva um tempo para se acomodar.” Ela diz que a inflação deve começar a esfriar a partir do segundo semestre com a estabilização dos preços das commodities.

Vitória explica que um processo parecido está acontecendo nos Estados Unidos e que o Federal Reserve (FED) está correto em ter paciência antes de reduzir os estímulos monetários.

“Não faz sentido subir juros para combater essa inflação.” Em uma decisão que será anunciada ainda hoje (16), o FED deve manter a taxa de juros perto do zero. 

“Como a inflação é de oferta, subir a Selic tem pouco efeito. Por essa razão, entendo que o Banco Central tem que ir com cautela. Estamos trazendo inflação do exterior. Um aperto monetário na contramão do Fed [Federal Reserve] pode ter um custo muito elevado para nossa economia”, finalizou Vitória.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA