Bolsonaro confirma que vai aumentar Bolsa Família em ‘pelo menos 50%’

Atento a sua agenda política em 2022, Bolsonaro anuncia aumento nas mensalidades do Bolsa Família. Nessa quinta-feira (03), o presidente participou de uma live em suas redes sociais, onde pôde falar sobre seus projetos ao longo dos próximos meses. De acordo com ele, os valores do BF seriam acrescentados em 50%.

Bolsonaro confirma que vai aumentar Bolsa Família em 'pelo menos 50%' (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
Bolsonaro confirma que vai aumentar Bolsa Família em ‘pelo menos 50%’ (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Com as eleições mais próximas e a confirmação do ex presidente Lula como seu principal opositor, Bolsonaro corre para estreitar laços políticos por meio de uma agenda social.

O atual chefe de estado vem anunciando uma série de mudanças no Bolsa Família, afirmando que irá melhorar a vida dos mais de 14 milhões de cadastrados.

Reajuste salarial de 50%

Na live, o gestor informou que seu ministro da economia, Paulo Guedes, está estudando com responsabilidade as chances de duplicar o valor das mensalidades do Bolsa Família.

De acordo com ele, a ação objetiva garantir o desenvolvimento da população em vulnerabilidade, sendo possível ainda ofertar emprego para esse grupo.

“Tem gente que fala que o auxilio emergencial, que está em R$ 250, é um absurdo, muito pouco. Concordo. Mas vocês nunca falaram que o Bolsa Familia está hoje, em média, R$ 192. Resolveram falar que (R$ 250) é pouco por conta da pandemia. Quando não tinha pandemia, o pobre podia continuar vivendo com R$ 192, que é pouco“, disse.

O presidente então acrescentou: “Estamos trabalhando para aumentar esse valor (do Bolsa Família). Pretendemos chegar aí… dar pelo menos 50% (de aumento). Está lá o Paulo Guedes discutindo esse assunto. Com responsabilidade“.

Bolsa família como estratégia de reeleição

É válido ressaltar, no entanto, que essa não é a primeira vez em que Bolsonaro anuncia possíveis reformulações no Bolsa Família. O gestor já teria anunciado a ampliação no número total de contemplados, e sugeriu o processo de digitalização dos cadastros.

Cientistas políticos e sociais, afirmam que o movimento faz parte de uma estratégia eleitoral. Desde a liberação do ex presidente Lula para concorrer na eleição de 2022, Bolsonaro passou a reforçar seu discurso para os brasileiros mais pobres, grupo onde teve a maior reprovação em 2018.

Na contrapartida, Lula tornou-se conhecido por executar uma política social, sendo o responsável pela ampliação e implementação de projetos como o próprio Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, entre outros.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Bolsonaro confirma que vai aumentar Bolsa Família em ‘pelo menos 50%’

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA