Responsável por organizar o ENEM é exonerado; como edição de 2021 fica prejudicada?

Motivos pessoais levaram o Tenente-coronel aviador Alexandre Gomes da Silva a pedir exoneração da Diretoria de Avaliação da Educação Básica. Ele era o responsável pela organização do ENEM. A decisão foi publicada ontem (26) no D.O.U.

Responsável por organizar o ENEM é exonerado; como edição 2021 fica prejudica?
Responsável por organizar o ENEM é exonerado; como edição 2021 fica prejudica? (Imagem/Montagem: FDR)

A publicação do Diário Oficial da União da última quarta-feira trouxe a exoneração da Diretoria de Avaliação da Educação Básica do INEP.

Após dois meses no cargo, o Tenente-coronel aviador Alexandre Gomes da Silva foi quem pediu a exoneração.

Exoneração pode interferir no ENEM 2021?

A Diretoria de Avaliação da Educação Básica é responsável pela organização do Exame Nacional do Ensino Médio e do Sistema de Avaliação da Educação Básica.

Atualmente o Enem e o SAEB estão com datas indefinidas, correndo até mesmo o risco de serem aplicados apenas no próximo ano.

Se adiado para 2022, o ENEM deve ter um calendário semelhante ao da edição de 2020. Quanto ao SEAB, se ele não for aplicado em 2021, o governo ficará sem dados quanto a aprendizagem dos estudantes durante a pandemia.

Vale lembrar que o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é composto pelos resultados obtidos na aplicação do SAEB.

A troca na diretoria pode acabar prejudicando a aplicação do ENEM 2021, pois uma das atribuições dessa autarquia é “definir e propor parâmetros, critérios e mecanismos para avaliar o ensino básico (etapa que vai da educação infantil ao ensino médio) e certificar competências”.

Ou seja, se não houver continuidade quanto a elaboração do exame, sua aplicação poderá ser comprometida.

Troca na Diretoria responsável pela organização do ENEM

O nome do substituto de Alexandre Gomes da Silva já foi anunciado, Anderson Oliveira, que atuava como coordenador-geral do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) deve assumir o posto interinamente

Durante o anuncio, Anderson Oliveira, que é especialista em Avaliação de Políticas Públicas, com foco em Políticas Educacionais, afirmou que encara o novo posto como um desafio.

“Neste novo desafio, estou comprometido em dar apoio e subsídios necessários ao presidente Danilo Dupas para que ele cumpra a missão de fortalecer o Inep e as instituições que trabalham lado a lado com professores, gestores e dirigentes, com o objetivo de sanar os grandes desafios da educação”, afirmou Oliveira.

Fique bem informado, acompanhe a editoria de carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.