Concurso CGU 2021 abre 375 vagas de emprego entre auditores e técnicos

O Concurso CGU 2021 foi confirmado! Serão 375 vagas de emprego para candidatos de nível médio e superior. São 300 vagas para o cargo de auditor e 75 vagas para o cargo de técnico de finanças e controle. O salária varia de R$ 7.283,31 a R$ 19.197,06.

Concurso CGU 2021 abre 375 vagas de emprego entre auditores e técnicos
Concurso CGU 2021 abre 375 vagas de emprego entre auditores e técnicos (Imagem: Reprodução Direção Concursos)

Concurso CGU

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que o concurso da Controladoria Geral da União (CGU) começa os preparativos ainda neste ano de 2021. A previsão é que o edital seja divulgado no começo do próximo ano.

Todavia, às vagas, cargos e salários já foram confirmados. O concurso irá contar com novas 375 oportunidades de emprego para candidatos de nível médio e superior.

Para candidatos de nível superior serão 300 vagas para o cargo de auditor fiscal com salário de R$ 19.197,06. Já os candidatos de nível médio, poderão concorrer a 75 vagas para o cargo de técnico de finanças e controle com remuneração de R$ 7.283,31.

Cargos e responsabilidades

Confira algumas das funções dos cargos com vagas abertas:

Técnico de Finanças e Controle:

Complexidade e responsabilidade elevadas, compreendendo supervisão, coordenação, direção e execução de trabalhos especializados sobre gestão orçamentária, financeira e patrimonial etc.

Auditor Fiscal:

Fiscaliza ações relacionadas ao controle aduaneiro, o que inclui, por exemplo, cobrança de impostos e apreensão de mercadorias irregulares, como equipamentos eletrônicos, documentos e entorpecentes etc

Provas e seleção no concurso CGU

O último concurso da CGU aconteceu em 2012, no qual teve seis etapas de seleção, todas de caráter eliminatório e classificatório. Confira:

  1. Prova Objetiva: Conhecimentos Básicos;
  2. Prova Objetiva:  Conhecimentos Específicos;
  3. Prova Objetiva 3: Conhecimentos Especializados;
  4. Prova Discursiva;
  5. Sindicância de Vida Pregressa: segundo regras estabelecidas pela Controladoria-Geral da União, mediante o exame da documentação exigida do candidato;
  6. Curso de Formação: somente os candidatos habilitados e classificados nas Etapas 1 a 4.

Cada prova objetiva foi constituídas por 60 questões dos determinados assuntos:

  • Língua Portuguesa;
  • Administração Pública;
  • Língua Inglesa ou Espanhola;
  • Raciocínio Lógico, Quantitativo e Analítico;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • AFO;
  • Contabilidade Pública;
  • Políticas Públicas;
  • Auditoria em Tecnologia da Informação;
  • Conhecimentos básicos de Dados;
  • Planejamento, Normas, Fiscalização e Legislação;
  • Administração Estratégica;
  • Licitações, Contratos e Convênios;
  • Ciência Política e Gestão Pública;
  • Regime Jurídico dos Servidores da União;
  • Direitos Humanos e Cidadania;
  • Relações Internacionais;
  •  Responsabilização de Pessoas Jurídicas pela prática de Atos Ilícitos;
  • Sistemas de Computação;
  • Segurança da Informação;
  • Redes de Computadores.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Mariana Castro
Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes - SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a sessão de carreiras do FDR, produzindo pautas sobre educação e emprego.