Auxílio cesta básica prorroga inscrições para moradores do Ceará

Moradores do Ceará contarão com auxílio cesta básica ao longo dos próximos meses. Nessa semana, o governo do estado informou que estará ampliando o prazo de cadastramento para receber o cartão alimentação. Com valor de R$ 100, o benefício será ofertado em duas parcelas. Saiba como se candidatar.

Auxílio cesta básica prorroga inscrições para moradores do Ceará (Imagem: Reprodução/Portal Brasil Campinas)
Auxílio cesta básica prorroga inscrições para moradores do Ceará (Imagem: Reprodução/Portal Brasil Campinas)

Diante da permanência do novo coronavírus, os governos estaduais e municipais vêm adotando suas próprias políticas públicas para quem está em situação de vulnerabilidade social.

No Ceará, a gestão criou o auxílio cesta básica para conceder ajuda financeira aos moradores de baixa renda.

Sobre o auxílio cesta básica

O benefício será ofertado em duas parcelas de R$ 100, contemplado cerca de 150 mil pessoas que perderam o emprego e toda a fonte de renda durante a pandemia. Ele atuará com foco nos profissionais das seguintes atuações:

  • trabalhadores de transportes escolar e alternativo;
  • ambulantes;
  • feirantes;
  • mototaxistas;
  • taxistas;
  • motoristas de aplicativo;
  • bugueiros;
  • guias de turismo;
  • despachantes documentalistas.

Ao todo, cada contemplado contará com um custo de R$ 200 liberado pelo governo do estado. O valor, por sua vez, ficará distribuído mensalmente e entregue via cartão que deverá ser utilizado exclusivamente para a aquisição de alimentos.

Cadastramento prolongado

Objetivando contemplar um número ainda maior de pessoas, o governo anunciou que estará ampliando o prazo de cadastramento. A população terá até o dia 3 de junho para fazer sua candidatura por meio do site da Secretaria da Proteção Social (SPS).

“Vamos ampliar o prazo para que mais famílias cearenses tenham oportunidade de concorrer ao benefício. Temos certeza que o auxílio poderá contribuir para estimular a economia local à medida que os beneficiários poderão comprar em qualquer estabelecimento que aceite o cartão alimentação. Será uma medida positiva para toda a sociedade, e consequentemente para o estado“, afirma Socorro França, titular da SPS.

Para poder se inscrever, vasta acessar a página mencionada acima e preencher o formulário de identificação social. O usuário deve anexar seus documentos pessoais, como carteira de identidade e CPF.

Além disso, é preciso repassar um comprovante de residência ou declaração, documentos que confirmem o exercício da atividade profissional e folhas da Carteira de Trabalho (CTPS) que indiquem não haver vínculo empregatício ou outro tipo de registro legal que comprove seu desemprego.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.