Volta as aulas em SP são previstas para segundo semestre com vacinação

A cobertura da vacinação dos profissionais da educação será ampliada, a medida visa possibilitar a volta as aulas em SP no próximo semestre. Os profissionais imunizados serão das redes públicas e particular.

Volta as aulas em SP são previstas para segundo semestre com vacinação
Volta as aulas em SP são previstas para segundo semestre com vacinação (Imagem/Reprodução: Bruno Santos/Folhapress)

São Paulo foi o primeiro estado brasileiro a avançar com a vacinação dos profissionais de educação.

Agora, o estado dá mais um passo rumo a imunização de todos os profissionais da educação.

Volta as aulas em SP e imunização dos profissionais da educação

Um dos fatores que impedem que o ensino presencial seja retomado hoje na maioria dos estados brasileiros é a imunização dos profissionais da educação. Na maior parte do Brasil ainda é necessário avançar bastante na imunização desses profissionais.

São Paulo deu um passo a mais que pode fazer com que as aulas presenciais sejam retomadas no estado.

“O Governo de São Paulo foi o primeiro Estado do Brasil a iniciar a vacinação dos profissionais da Educação. Agora, vamos imunizar 100% dos professores e demais profissionais que atuam nas escolas, das redes estadual, municipal e particular do Estado de São Paulo”, destacou o Secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares.

A segunda etapa de vacinação na educação é voltada aos profissionais com idade entre 18 e 46 anos. Ela deve ser iniciada em 31 de julho e encerrada no dia 31 do mesmo mês.

Só na primeira fase de imunização desse grupo, iniciada em 10 de abril, foram aplicadas 350 mil vacinas, entre professores e pessoas om comorbidades.

Se o plano de imunização realmente for seguido, é possível que a volta as aulas em SP aconteça já no segundo semestre do ano.

Manifestações dos professores em São Paulo

Um dia após a divulgação da ampliação da vacinação, os Professores e servidores da Secretaria Municipal da Educação foram para a frente da Prefeitura realizar uma manifestação.

Atualmente em São Paulo, capital, está permitida a aula presencial desde que a ocupação não ultrapasse 35% do espaço escolar e que as medidas sejam seguidas.

No entanto, se sentem expostos e pedem que a imunização de toda a classe aconteça antes das aulas presenciais serem retomadas.

Além disso, os profissionais pedem que sejam realizadas testagens constantes e melhores condições de higienização dos espaços escolares.

Fique bem informado, acompanhe a editoria de carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA