É adulto sem comorbidade? Pesquisa prevê vacinação da Covid-19 até fim de 2023

Uma pesquisa publicada pelo microbiologista John McConnell, apontou que a vacinação da Covid-19 em adultos sem comorbidades deve ser concluída somente no ano de 2023. Para ele, a estimativa está relacionada ao ritmo da vacinação contra a doença a nível mundial. 

É adulto sem comorbidade? Pesquisa prevê vacinação da Covid-19 até fim de 2023
É adulto sem comorbidade? Pesquisa prevê vacinação da Covid-19 até fim de 2023. (Imagem: Reprodução/Jovem Pan)

No caso específico do Brasil, o microbiologista entendeu que o país precisa se mobilizar para combinar duas estratégias distintas. A ação consiste na aceleração da campanha de vacinação em conjunto com medidas preventivas que devem ser reforçadas, e devidamente respeitadas pela população brasileira. 

“As duas ações precisam andar de mãos dadas. Depender inteiramente da vacina significa que o progresso será lento. Precisamos proteger as pessoas por meio de intervenções não farmacológicas, dando-as a oportunidade de serem vacinadas no futuro”, ponderou John McConnell.

Questionado sobre a agilidade de cientistas por todo o mundo perante a criação de vacinas contra a Covid-19 em menos de um ano, ele disse acreditar que este é o resultado da evolução tecnológica. Ao mencionar uma série de técnicas aplicadas na criação dos imunizantes, ele lembrou que é o resultado de quase 30 anos de trabalhos em produtos similares. 

Portanto, mesmo que as vacinas tenham sido criadas em pouco tempo, tanto ao olhar dos leigos quanto de especialistas, o método utilizado consiste em um conhecimento pré-existente que já passou por vários testes. Desta forma, se tratam de compostos com eficácia comprovada capazes de auxiliar na aceleração da vacinação da Covid-19 no Brasil e no mundo. 

Vacinação no Brasil

Ao analisar a campanha de vacinação da Covid-19 no Brasil que tem seguido em ritmo lento, o microbiologista declarou que uma alternativa viável pode ser a de combinar a distribuição ampla e rápida do imunizante.

No entanto, é preciso que os cidadãos brasileiros façam a sua parte ao respeitar as medidas de distanciamento físico e de higiene. 

Mesmo que as vacinas aplicadas atualmente tenham se mostrado eficazes contra a variante P.1, reduzindo consideravelmente o número de casos de Covid-19 no Brasil, é preciso ressaltar que o problema não será resolvido exclusivamente com a vacinação da Covid-19.

“Precisamos proteger as pessoas por meio de intervenções não farmacológicas, dando-as a oportunidade de serem vacinadas no futuro”, explicou. 

A vacinação da Covid-19 no Brasil em parte tem seguido conforme o esperado. Atualmente Estados e municípios brasileiros já concluíram a imunização do grupo prioritário, e têm se concentrado na aplicação das vacinas em pessoas com comorbidades. Posteriormente, será a vez dos demais adultos com idade a partir de 18 anos.

https://www.youtube.com/watch?v=_0PwVYVSBAs

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

É adulto sem comorbidade? Pesquisa prevê vacinação da Covid-19 até fim de 2023

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA