Privatização e cobrança de pedágio nos rios é projeto do governo Bolsonaro

Os técnicos do Ministério da Infraestrutura estão desenvolvendo um projeto para estimular a navegação pelos rios. Em 2020, a previsão era de que o projeto batizado de BR dos Rios, ficaria pronto no início deste ano, porém, ele ainda não foi apresentado e está na fase de análises e conversas com o mercado. É avaliada a privatização de rios navegáveis e pedágios nas hidrovias.

Privatização e cobrança de pedágio nos rios é projeto do governo Bolsonaro
Privatização e cobrança de pedágio nos rios é projeto do governo Bolsonaro (Imagem UOL)

A redução dos custos de frete em comparação com o cobrado pelos caminhões e trens é uma das vantagens da navegação por rios. Os especialistas afirmam que o custo dos produtos para o consumidor final pode ficar mais barato. Porém, isso depende de uma infraestrutura cara. 

Segundo representantes dos caminhoneiros, os profissionais dizem que irão se opor ao projeto caso isso prejudique seu trabalho. 

O projeto BR dos Rios é uma espécie de continuação do BR do Mar, projeto que tem a finalidade de estimular a navegação de cabotagem e que ainda não recebeu aprovação no Congresso. 

O novo projeto não foi bem recebido pelos caminhoneiros. Segundo a categoria, dependendo de como for lançado, o BR dos Rios pode causar tensões.

“O texto tem que ser construído de maneira conjunta, com os segmentos [da economia], o Ministério da Infraestrutura e o Parlamento, levando em conta estudos de impacto social e econômico. Nós vamos acompanhar e, se houver sinalização de que a categoria será prejudicada [pelo BR dos Rios], com certeza haverá resistência”, disse Wallace Lamdim, presidente da Abrava.

Pedágios nos rios podem ser incluídos 

Segundo representantes do setor de logística e transporte, o projeto do governo ainda está em estágio embrionário. Porém, os componentes do próprio Ministério da Infra-Estrutura já confirmaram que o projeto pode abranger a concessão de alguns rios ao setor privado, abrindo caminho para criação de pedágios.

“No BR dos Rios, a atenção está em como vamos atrair investimentos para expandir o uso das hidrovias. Pode ser via concessão, PPP [Parceria Público-Privada]. Cada caso provavelmente será um caso”, disse Dino Batista, diretor do Departamento de Navegação e Hidrovias do Ministério da Infraestrutura.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Privatização e cobrança de pedágio nos rios é projeto do governo Bolsonaro

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA