PIX deve iniciar cobranças de taxas em 2021; saiba quem vai sofrer impactos

O PIX, solução de pagamentos desenvolvida pelo Banco Central e que já é um grande sucesso entre os usuários, pode deixar de ser totalmente gratuito ainda este ano. O próprio BC afirmou ter a intenção de começar a tarifar o uso da ferramenta em breve.

PIX deve iniciar cobranças de taxas em 2021; saiba quem sofrerá os impactos
PIX deve iniciar cobranças de taxas em 2021; saiba quem sofrerá os impactos (Imagem: Reprodução/ Exame Invest)

Estas taxas podem vir através das novas modalidades, PIX Troco e PIX Saque. Estas novidades da solução de pagamentos estão passando atualmente por consulta pública e permitem o saque de valores em estabelecimentos comerciais parceiros.

O Banco Central informou que através das novas modalidades será possível efetuar até quatro saques gratuitos por mês. O BC estuda limitar os valores dos saques em no máximo R$500 por dia.

Sendo assim, caso o usuário passe desse limite de saques, ele pagará taxas. A cobrança desta taxa ficaria a cargo do banco responsável pela operação. O BC estima que as novas modalidades do PIX comecem a operar no início do segundo semestre, em agosto.

PIX Saque 

Nesta modalidade, o usuário fará o login em sua conta bancária no celular. Na sequência, ele deve apontar o celular para o QR Code que está disponível no caixa do estabelecimento.

Por fim, ele deve escolher o valor que deseja sacar e aprovar a transação. Através da modalidade, ao invés de receber um produto, o cliente fica com o dinheiro em espécie do caixa do estabelecimento.

PIX Troco

Já nesta modalidade, o saque depende da compra de algum produto da loja. No momento de fazer o pagamento, o usuário faz uma transação com um valor maior ao do bem que está adquirindo. Desta forma, ele recebe o troco em notas físicas.

De acordo com o Banco Central, os comércios terão autonomia para determinar suas regras. Sendo assim, cabe a cada local escolher quais dias os novos serviços vão operar, quais serviços vão aderir e o funcionamento do saque.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.